Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10520
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBastos Filho, Teodiano Freire-
dc.date.accessioned2018-12-20T13:19:50Z-
dc.date.available2018-12-20-
dc.date.available2018-12-20T13:19:50Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/10520-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectExoesqueletopor
dc.subjectSensores inerciaispor
dc.subjectsEMGpor
dc.subjectAVCpor
dc.subjectBiomechanicseng
dc.subjectExoskeletoneng
dc.subjectInertial sensorseng
dc.subjectStrokeeng
dc.titleAvaliação biomecânica da marcha com exoesqueleto robótico em sujeitos com AVC crônicopor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc61-
dc.subject.br-rjbnBiomecânicapor
dc.subject.br-rjbnAcidentes vasculares cerebraispor
dc.subject.br-rjbnDoenças neuromuscularespor
dcterms.abstractObjetivo: Avaliar o efeito do uso de um exoesqueleto robótico de joelho esquerdo na cinética e cinemática de pacientes com disfunção neuromotora decorrente de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Metodologia: Foram comparados os padrões biomecânicos angulares (inerciais) e eletromiográficos (sEMG) durante marcha livre e com o exoesqueleto robótico desenvolvido na UFES, em um percurso de 10 metros. Previamente, houve a avaliação da Máxima Contração Voluntária (MCV) dos músculos a serem avaliados para a normalização dos dados. Resultados: Houve um protocolo piloto onde foram avaliados onze sujeitos saudáveis e posteriormente dois sujeitos com AVC crônico participaram dos experimentos, sendo que em um sujeito foi detectado um coeficiente de correlação de concordância (pc) > 0,80 nos padrões de flexão de joelho e de quadril direitos, e em outro sujeito foi detectada moderada correlação no padrão (pc > 0,80) de flexão dos quadris. Foi detectado coeficiente de correlação de Pearson (r) < 0,5 em flexão de tronco e dorsiflexão de tornozelo esquerdo do primeiro sujeito e nos valores de lateralização de tronco e flexão/extensão do joelho esquerdo do segundo sujeito. No primeiro sujeito foi detectada acurácia (Cb) > 70% em flexão de quadril, flexão de joelho direito e planti/dorsiflexão, já o segundo sujeito apresentou Cb < 70% apenas nos ângulos de lateralização de tronco e flexão de joelho esquerdo. O primeiro sujeito apresentou diferença estatisticamente significativa (p > 0,05) nos picos de ativação muscular. Conclusões: Os resultados referentes à análise biomecânica de pessoas com AVC crônico foram satisfatórios. Há a necessidade da implementação do protocolo experimental em um maior número de sujeitos com AVC ou com outras complicações neuromotoras.por
dcterms.abstractObjective: To evaluate the effect of the use of a left knee robotic exoskeleton on the kinetics and kinematics of patients with neuromotor dysfunction due to stroke. Methodology: Angular (inertial) and electromyographic (sEMG) biomechanical standards were compared during free running and with the robotic exoskeleton developed at UFES, in a 10 meter course. Previously, there was the evaluation of the Maximum Voluntary Contraction (MCV) of the muscles Erector spinae, Semitendinosus, and Rectus femoris for the normalization of the data. Results: Two subjects with chronic stroke participated in the experiments, and in one subject a correlation coefficient of agreement (pc)> 0.80 was detected in the angular patterns of right knee flexion and right hip flexion, and another subject was detected a moderate correlation in the angular pattern (pc> 0.80) of hip flexion. Pearson correlation coefficient (r) <0.5 was found in trunk flexion and planti / dorsiflexion of the left ankle of the first subject and in the values of trunk lateralization and flexion / extension of the left knee of the second subject. In the first subject, an accuracy of 70% was found in hip flexion, right knee flexion, and planti / dorsiflexion, while the second subject showed Cb <70% only in the lateralization angles of the trunk and flexion / extension of the left knee. The first subject presented a statistically significant difference (p> 0.05) in muscle activation peaks. Conclusions: The results regarding the biomechanical analysis of people with chronic stroke were satisfactory. There is a need for the implementation of the experimental protocol in a greater number of subjects with stroke or other neuromotor complications.eng
dcterms.creatorLima, Jéssica Paola Souza-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2018-04-26-
dcterms.languageporeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Biotecnologiapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqBiotecnologiapor
dc.publisher.courseMestrado em Biotecnologiapor
dc.contributor.refereeNogueira, Breno Valentim-
dc.contributor.refereeVilla-Parra, Ana Cecilia-
dc.contributor.advisor-coFrizera Neto, Anselmo-
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12608_Dissertação_Jéssica Paola Souza Lima.pdf2.71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.