Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10656
Title: Ansiedade e competência socioemocional de pré-escolares: compreendendo os efeitos de um programa de intervenção.
metadata.dc.creator: VAZ, A. F. C.
Keywords: ansiedade;problemas de comportamento;comportamentos pró-so
Issue Date: 28-Sep-2018
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: VAZ, A. F. C., Ansiedade e competência socioemocional de pré-escolares: compreendendo os efeitos de um programa de intervenção.
Abstract: Vaz, A. F. C. (2018). Ansiedade e competência socioemocional de pré-escolares: compreendendo os efeitos de um programa de intervenção. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Espírito Santo. Vitória, ES. Promover competências socioemocionais pode resultar na diminuição de problemas emocionais e comportamentais. Este trabalho analisa indicadores comportamentais e socioemocionais de crianças pré-escolares, e verifica os efeitos de uma intervenção preventiva, através de dois estudos: 1- Problemas de comportamento, ansiedade e habilidades sociais de crianças pré-escolares, que apresenta a caracterização , a partir da percepção de pais e professores; e 2- Ansiedade e comportamentos pró-sociais de pré-escolares: a experiência do programa Amigos Divertidos, que verificou os efeitos do programa de intervenção Amigos Divertidos (Fun Friends. Participaram crianças, com idade entre 5 e 6 anos (Média = 5,34), matriculadas em uma escola infantil. Foram utilizados: Questionário de dados sociodemográficos, Escala de Ansiedade Pré-escolar, Questionário de Capacidades e Dificuldades, Inventário de Comportamentos para Crianças/adolescentes, Escala de comportamentos sociais de pré-escolares e Questionário de Validade Social. Os dados dos instrumentos foram corrigidos, e submetidos à análise estatística descritiva e inferencial. A maioria das crianças foi referida na faixa normal para problemas comportamentais (73,9%) e ansiedade (78,2%). Responsáveis e professoras divergiram, com os responsáveis atribuindo mais déficits em Ansiedade Total, Perturbações Obsessivo-Compulsivas, Medo de Dano Físico e Ansiedade de Separação; Problemas Externalizantes e Hiperatividade (SDQ); e Problemas Internalizantes e Externalizantes (PKBS). Verificou-se correlação entre as variáveis, reforçando a interdependência entre aspectos do desenvolvimento socioemocional. Professoras perceberam dificuldades quanto aos comportamentos pró-sociais, com 30% das crianças na faixa clínica. Após a intervenção houve um aumento significativo de comportamentos pró-sociais. O Programa obteve indicadores favoráveis de validade social. Os achados podem subsidiar ações na interface entre Saúde e Educação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10656
Appears in Collections:PPGP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_10800_Aline Francine Dissertação_pos.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.