Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10671
Título: FLUXOS HIDROSSEDIMENTOLÓGICOS E DE NUTRIENTES NO RIO DUAS BOCAS, CARIACICA ES
Autor(es): LEMOS, F. H.
Orientador: MARCHIORO, E.
Coorientador: BARROSO, G. F.
Palavras-chave: Bacia Hidrográfica Erosão - Sedimento - Nutrientes
Data do documento: 3-Ago-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LEMOS, F. H., FLUXOS HIDROSSEDIMENTOLÓGICOS E DE NUTRIENTES NO RIO DUAS BOCAS, CARIACICA ES
Resumo: Córregos e rios são os principais caminhos de fluxos de matéria natural e antropogênica ao longo da bacia hidrográfica. Os diferentes usos e coberturas da terra, condições climáticas e características da bacia são fatores que controlam os fluxos hidrossedimentológicos e de nutrientes. Neste sentido, este trabalho teve como objetivo analisar os fluxos hidrossedimentológicos e de nutrientes ao longo do perfil longitudinal do rio Duas Bocas, Cariacica ES. Para isso, foram utilizados como parâmetros os sólidos em suspensão ou sedimentos, nitrogênio total, fósforo total, pH, sólidos totais dissolvidos, oxigênio dissolvido, condutividade elétrica, turbidez, temperatura da água e vazão fluvial. O monitoramento desses parâmetros ocorreu em 04 estações amostrais distribuídas ao longo do canal principal do rio Duas Bocas no período de agosto de 2016 a agosto de 2017. O monitoramento da precipitação pluvial foi realizado a partir de uma estação climática localizada à 740 m de altitude no interior da Reserva Biológica de Duas Bocas. Foi utilizado o teste estatístico Kruskal Wallis, que possibilitou analisar a ocorrência de diferenças entre as amostragens e estações amostrais. Para correlações entre os parâmetros foi utilizado o coeficiente de Spearman. Os acumulados pluviométricos mensais registrados ficaram abaixo da normal de precipitação, colaborando para a interrupção da vazão nas estações DB03 e DB04 nos meses de menor pluviosidade. As maiores vazões foram registradas na estação DB01. As concentrações de sólidos em suspensão, nitrogênio total e fósforo total foram menores na estação DB01, área de Mata Atlântica, e aumentaram gradativamente a cada estação a jusante. Os parâmetros físicos e químicos evidenciaram efeitos de atividades antrópicas a partir da estação DB02. A diminuição do oxigênio dissolvido aponta o aporte de matéria orgânica, algo corroborado pela correlação positiva entre os sólidos totais e condutividade elétrica, salientando o aumento de íons dissolvidos nas águas provenientes de lançamentos de efluentes.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10671
Aparece nas coleções:PPGGEO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12692_Dissertacao_FHL.pdf4.89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.