Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10689
Título: Interoperabilidade BIM e BEM: avaliação de eficiência do sistema na análise energética de edifícios
Autor(es): Pretti, Argeu Leonidas Maioli
Orientador: Gama, João Luiz Calmon Nogueira da
Coorientador: Alvarez, Cristina Engel de
Data do documento: 29-Jun-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A crescente demanda energética impõe quebra de paradigmas no que diz respeito às questões das fontes geradoras e os meios de tornar a sua utilização mais sustentável. A indústria da construção civil possui o papel importante, considerando que o consumo energético do setor é bastante significativo em todo o ciclo de vida de uma edificação, no entanto, uma série de ferramentas tem surgido com intuito de tornar o setor de Arquitetura, Engenharia e Construção AEC, mais eficiente e com menor impacto ambiental, sendo o Building Information Modeling BIM e os programas de modelagem energética da edificação (BEM Building Energy Modeling) integrantes deste grupo. A pesquisa avaliou o desempenho da interoperabilidade entre as ferramentas do BIM e BEM após o compartilhamento dos modelos Referência e Ajustado, e os seus parâmetros calculados pelo Método Prescritivo do RTQ-C. Os modelos criados da edificação padrão tiveram as suas envoltórias detalhadas na ferramenta do BIM da Autodesk®, o Revit® Architecture e compartilhados com as ferramentas BEM Green Building Studio; EnergyPlus; eQUEST; DesignBuilder; IES-VE; OpenStudio e Insight por meio de dois formatos padrões de interoperabilidade, IFC e gbXML, e os derivados do gbXML IDF e INP. Três ferramentas não realizaram as simulações após a interoperabilidade, sejam importando arquivos gbXML e IFC ou carregando os arquivos IDF e INP. Entre as ferramentas que realizaram as simulações, somente o EnergyPlus apresentou resultado coerente e consistente após carregar os arquivos IDF derivados do gbXML da ferramenta Green Building Studio e do plugin Insight.
The growing energy demand imposes a paradigm shift with regard to issues of generating sources and the means to make their use more sustainable. The construction industry plays an important role, considering that the energy consumption of the sector is very significant throughout the life cycle of a building, however, a series of tools have arisen with the purpose of making the Architecture, Engineering and Construction - AEC more efficient and with less environmental impact, being Building Information Modeling (BIM) and the Building Energy Modeling (BEM) programs that are part of this group. The research seeks to evaluate the interoperability performance between the BIM and BEM tools after the sharing of the Reference and Adjusted models, and their parameters calculated by the RTQ-C Prescriptive Method. The models created from the standard building had their wrappers detailed in the BIM Autodesk® Revit® tool and shared with the BEM tools - Green Building Studio; EnergyPlus; eQUEST; DesignBuilder; IES-VE; OpenStudio and Insight through the two standard formats of interoperability, IFC and gbXML, and the derivatives of gbXML - IDF and INP. Three tools did not perform simulations after interoperability, either importing gbXML and IFC files or loading the IDF and INP files. Among the tools that performed the simulations, only EnergyPlus presented coherent and consistent results after loading the IDB files derived from gbXML from the Green Building Studio tool and the Insight plugin.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10689
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12505_Diss_Mestrado_Argeu_Maioli_Pretti.pdf40.95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.