Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10861
Título: Formação de bolhas especulativas no mercado de ações : uma análise a partir da economia da informação
Autor(es): Nunes, Homero Santos
Orientador: Herscovici, Alain Pierre Claude Henri
Palavras-chave: Mercado financeiro
Assimetrias da informação
Mercados eficientes
Data do documento: 6-Jun-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho tem por objetivo a investigação e teorização da formação das bolhas especulativas no mercado de ações com base nas obras da economia da informação, em contraponto à economia ortodoxa das expectativas racionais e dos mercados eficientes. Acredita-se que há falhas fundamentais na teoria ortodoxa, tais falhas serão apresentadas e discutidas. Como objetivo secundário será o desenvolvimento de um modelo próprio de ciclo financeiro. Um modelo que permita expor as causas e consequências dos movimentos de valorização financeira. Acredita-se que as mudanças de expectativas e a assimetria de informações são a bases para o entendimento dos movimentos cíclicos financeiros. O método utilizado é a revisão bibliográfica, este é um trabalho teórico. No capítulo 2 é apresentada a teoria ortodoxa das bolhas especulativas, são discutidas suas principais hipóteses, como as expectativas racionais; os mercados eficientes; informações perfeitas e completas a todos os agentes da economia; ergodicidade e o equilíbrio ótimo de Pareto. São referenciados Eugene Fama; Lucas e Sargent; Malkiel, dentre outros. No capítulo 3 é apresentada a teoria da economia da informação a respeito do processo especulativo em contraposição à teoria ortodoxa. Este trabalho defende as proposições dos autores referenciados no capítulo 3 como Stiglitz; Órlean e Herscovici. Por fim no capítulo 4 é demonstrado que a economia ortodoxa nega a finança especulativa, pois tal finança é incompatível com os resultados da ortodoxia. Por isso a Economia da Informação põe-se mais pertinente ao estudo e análise das bolhas especulativas. Com base em Minsky e Krugman é explorado ainda que a alavancagem financeira e o risco moral são aspectos importantes ao debate da especulação. Neste sentido, os choques e a formação das bolhas especulativas são processos endógenos, abordagem oposta aos choques exógenos do mainstream. É evidenciado também que a Economia da Informação e a Economia Comportamental tornam-se distantes ao mainstream. Espera-se que o objetivo primário é atingido ao demonstrar que há uma total incompatibilidade entre os mercados eficientes; expectativas racionais; o sistema de preços eficientes e o equilíbrio ótimo de Pareto: tal demonstração forma o paradoxo dos mercados eficientes de Stiglitz.
This work aims at the investigation and theorization of the formation of speculative bubbles in the stock market based on works of the information economics, in counterpoint to the orthodox economics of rational expectations and efficient markets. It is believed that there are fundamental flaws in orthodox theory, such flaws will be presented and discussed. A secondary objective will be the development of its own financial cycle model. A model that allows exposing the causes and consequences of financial valuation movements. It is believed that changes in expectations and information asymmetry are the basis for meaning cyclical financial movements. The method used is a bibliographic review, this is a theoretical work. In chapter 2 the orthodox theory of speculative bubbles is presented, its main hypotheses are discussed, namely rational expectations, efficient markets, perfect and complete information to all agents of the economy, ergodicity and the optimum Pareto equilibrium, and the works of Eugene Fama; Lucas and Sargente; Malkiel, among others are discussed. In Chapter 3 the theory of the information economics is presented regarding the speculative process as opposed to the orthodox theory. This work champions the propositions of the authors cited in chapter 3 as Stiglitz, Orlean and Herscovici. Finally in chapter 4 it is shown that orthodox economics denies speculative finance, since it is incompatible with the results of orthodoxy. Therefore, the information economics is better suited to the study and analysis of speculative bubbles. Based on Minsky and Krugman it is explored further that financial leverage and moral hazard are important aspects of the speculation debate. In this sense the shocks and the formation of the speculative bubbles are endogenous processes, an opposite approach to the exogenous shocks of the mainstream. It is also shown that the information economy and the behavioral economy become farther away from to the mainstream. It is expected that the primary objective is achieved by demonstrating that there is complete incompatibility between efficient markets; rational expectations; the efficient price system, and the Pareto optimum equilibrium, such a demonstration forms the paradox of Stiglitz's efficient markets.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10861
Aparece nas coleções:PPGECO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10236_Homero dissertação final (30-10-18).pdf1.8 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.