Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11167
Título: ATRIBUTOS DO SOLO E NUTRIENTES EM FOLHAS DE CAFÉ CONILON NO TABULEIRO COSTEIRO DO ESPÍRITO SANTO
Autor(es): PIRES, I. F.
Orientador: FONTANA, A.
Coorientador: PARTELLI, F. L.
Data do documento: 21-Mar-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PIRES, I. F., ATRIBUTOS DO SOLO E NUTRIENTES EM FOLHAS DE CAFÉ CONILON NO TABULEIRO COSTEIRO DO ESPÍRITO SANTO
Resumo: PIRES, Ivne Franco; M.Sc.; Universidade Federal do Espírito Santo; Março de 2019; Atributos de solo e nutrição do café Conilon no Tabuleiro Costeiro do Espírito Santo; Orientador: Ademir Fontana, Coorientador: Fábio Luiz Partelli. A cafeicultura é uma das atividades de expressiva rentabilidade no Espírito Santo e com ampla ocupação dos Tabuleiros Costeiros, cuja unidade geomorfológica contempla solos com baixos teores de nutrientes e horizontes subsuperficiais coesos. Diante do exposto, objetivou-se com este trabalho fornecer um diagnóstico sobre os atributos físicos e químicos do solo e estado nutricional das folhas do cafeeiro Conilon em Latossolos e Argissolos Amarelos em ambientes de Tabuleiros Costeiros da região Norte do Espírito Santo, relacionando os métodos de análise de solo e folhas com técnicas não destrutivas como a espectrometria de fluorescência de raios X. As amostras foram coletadas nos municípios de São Mateus, Jaguaré, Boa Esperança, Pinheiros, Conceição da Barra e Montanha. Foram realizadas análises físicas dos solos para a determinação da composição granulométrica, densidade do solo, densidade de partículas e porosidade total. Nas análises químicas do solo, determinou-se a acidez ativa (Al3+), Ca2+, Mg2+, K+, acidez potencial (H+Al), SB, V, CTC, pH em água, fósforo Mehlich-1, carbono orgânico, matéria orgânica, nitrogênio e os micronutrientes (Cu2+, Fe2+, Mn2+, Zn2+). Nas folhas determinou-se os macronutrientes e micronutrientes. Realizou-se a diagnose da fertilidade do solo evii nutrição das folhas identificando-se os elementos deficitários, comparando-os com lavouras cafeeiras de referência em estudos realizados no Estado do Espírito Santo. Também foram feitas análises químicas das folhas e do solo por técnica não destrutiva baseada na espectrometria de fluorescência de raios X, com equipamento portátil, utilizando-se dois métodos de calibração vindos de fábrica: Soil e Geochem. Relacionou-se os métodos de análises de folhas por correlação linear de Pearson e teste t de Student. Quanto aos atributos físicos do solo, a maioria das lavouras apresenta densidade de 1,43 g cm-3 e textura franco-argiloarenosa. Quanto às análises químicas de rotina, os valores de MO, K, Ca, Mg, Fe, Al e (H+Al) foram classificados com baixos níveis no solo, o P em excesso e os demais atributos em níveis médios. Nas análises foliares os teores de N, P, K, Mg, Cu, Fe e Zn foram classificados como níveis baixos nas plantas, o Ca apresenta altos teores, apenas o teor de Mn está em nível adequado. Não há tendência de aumento dos teores dos nutrientes nas folhas com o aumento dos mesmos no solo, indicando que não há uma relação direta. Quando comparados com lavouras de referência, a maioria dos elementos do solo, com exceção do P, Ca e Zn encontra-se em níveis inferiores e todos os elementos das folhas encontram-se em níveis inferiores, com destaque para o Fe e Mn. Quanto às análises por espectrometria de fluorescência de raios X, os valores dos nutrientes do solo encontrados na análise por pXRF foram subestimados quando comparados aos valores certificados, todos apresentando baixas taxas de recuperação. Na análise de folhas, os métodos de calibração apresentam valores superestimados em relação aos valores obtidos pela análise química de rotina, a menor diferença foi para o K no método Soil e maior para o P no Geochem, onde o modo Soil apresenta valores mais próximos ao método tradicional. Há diferença estatística entre o método de análise de folhas convencional e os métodos por fluorescência de raios X pelo teste t a 5% de probabilidade e as correlações entre os teores dos nutrientes nos métodos utilizados são significativas, indicando o potencial de uso da ferramenta. Palavras-chave: Cafeicultura, técnicas de análise, fertilidade do solo, nutrição de plantas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11167
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_13049_104 -Ivne Franco.pdf1.56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.