Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11348
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMENDONCA, E. S.
dc.date.accessioned2019-07-16T02:12:22Z-
dc.date.available2019-07-15
dc.date.available2019-07-16T02:12:22Z-
dc.identifier.citationVIEIRA, C. F., Avaliação da espectrometria no infravermelho próximo na determinação de C e N de solos da região Sul do Espírito Santo.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/11348-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleAvaliação da espectrometria no infravermelho próximo na determinação de C e N de solos da região Sul do Espírito Santo.por
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractO presente estudo teve como objetivo investigar a capacidade de predição dos teores totais de carbono orgânico e nitrogênio, por meio da espectroscopia de reflectância no infravermelho próximo (NIR) e o seu potencial para o uso em análises rotineiras de solos. Tal método apresenta maior agilidade na busca de resultados e abdica o uso de reagentes químicos danosos ao ambiente e a saúde humana. O trabalho constou das seguintes etapas: preparo de amostras de solo (TFSA Terra fina seca ao ar peneiradas em 0,2 mm); determinação dos teores de carbono orgânico total e nitrogênio total, seleção dos grupos de amostras para calibração e validação, aplicação de pré-tratamentos nos espectros e ajustes de modelos de mínimos quadrados parciais. Os métodos de pré-processamentos aplicados foram: Primeira e segunda derivada; remoção contínua; variação normal padrão; Savitzky-Golay; Savitzky-Golay com primeira derivada; correção multiplicativa de sinal. As amostras de carbono orgânico total e nitrogênio total selecionadas para calibração e validação, obtiveram estatística descritiva semelhante. Os melhores ajustes do modelo em relação aos valores observados foram: teor de carbono orgânico total: R2 segunda derivada (0,87 e 0,89), para calibração e para validação respectivamente; teor de nitrogênio total: R2 para calibração variação normal padrão (0,68) e para validação Savitzky-Golay (0,66). Ao avaliar os valores dos erros quadráticos médios entre os dados de calibração e validação, percebe-se que são estatisticamente semelhantes para os dois atributos em análise. O método espectroscopia NIR neste trabalho apresentou valores satisfatórios e com bons ajustes para calibração e validação tanto para análise de COT, quanto para análise de NT.por
dcterms.creatorVIEIRA, C. F.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2019-05-15
dcterms.subjectMínimos Quadrados parciaispor
dcterms.subjectCalibração multivariadapor
dcterms.subjectpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Agroquímicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Agroquímicapor
dc.contributor.refereeANASTACIO, A. S.
dc.contributor.refereeBURAK, D. L.
Aparece nas coleções:PPGAQ - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_13270_DISSERTAÇÃO - CAMILA FERNANDES VIEIRAFINAL.pdf1.78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.