Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1887
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorConforti, Adriana Madeira Álvares da Silva-
dc.date.accessioned2016-05-16T14:59:05Z-
dc.date.available2016-06-24T06:00:05Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/1887-
dc.format.mediumtexteng
dc.rightsopen accesseng
dc.titlePerfil da expressão de HIF-1α em células linfoides do infiltrado inflamatório peritumoral e intratumoral como marcador prognóstico do carcinoma epidermoide de cavidade oralpor
dc.typeMasterThesiseng
dc.subject.udc61por
dc.subject.br-rjbnBiologia Molecularpor
dc.subject.br-rjbnImunologiapor
dc.subject.br-rjbnTumorespor
dc.subject.decsCarcinoma de células escamosaspor
dc.subject.decsImuno-Histoquímicapor
dcterms.abstractO complexo transcricional HIF-1 é responsável por controlar a transcrição de mais de 100 genes envolvidos em resposta celular a hipóxia. A subunidade HIF-1α é estabilizada em condições de hipóxia e dimeriza-se com um a subunidade HIF-1β, formando o complexo HIF-1 transcricionalmente ativo. Em células inflamatórias, uma elevada expressão de HIF-1α pode induzir os linfócitos à imunossupressão, reduzindo o reconhecimento dos antígenos tumorais, permitindo o crescimento tumoral. O presente trabalho objetivou investigar a relação entre a expressão de HIF-1α em linfócitos do infiltrado inflamatório intratumoral e peritumoral de 56 pacientes com carcinoma epidermoide de cavidade oral. Os resultados indicaram um valor prognóstico para esta expressão. Uma elevada expressão da HIF-1α em células do infiltrado inflamatório peritumoral foi significantemente relacionada com o pior prognóstico do paciente, enquanto esta elevada expressão nos linfócitos na região intratumoral foi correlacionado com um melhor prognóstico. Um perfil de risco indicando a chance para a recidiva e óbito foi desenhado baseado na expressão de HIF-1α nos linfócitos do infiltrado inflamatório peritumoral e intratumoral, definindo os riscos baixo, intermediário e alto. Este perfil de risco foi hábil para determinar que a expressão forte de HIF-1α nos linfócitos peritumorais são relacionados com um pior prognóstico, independente da expressão nas células intratumorais. A expressão fraca de HIF-1α nos linfócitos peritumorais e forte nos linfócitos intratumorais foram considerados um perfil de baixo risco, mostrando nenhum caso de recidiva da doença e óbito decorrente da doença. O risco intermediário foi associado com baixa expressão de HIF-1α tanto em infiltrado inflamatório intratumoral como peritumoral. Estes resultados sugerem que a expressão da HIF-1α em células linfoides do infiltrado inflamatório intratumoral e peritumoral pode exercer um papel importante como um marcador prognóstico tumoral.por
dcterms.abstractThe HIF-1 transcriptional complex is responsible for controlling transcription of over 100 genes involved in cell hypoxia response. HIF-1α subunit is stabilized in hypoxia conditions, dimerizes with HIF-1β forming the active HIF-1 transcriptional factor. In inflammatory cells, high HIF-1α expression might induce lymphocytic immunosuppression, decreasing tumoral antigen recognition, allowing tumor growth. The present work aimed to investigate the relationship between HIF-1α expression in lymphocytes inflammatory infiltrate from intratumoral and peritumoral region of 56 patients with oral cancer. Data indicates a prognostic value for this expression. High HIF-1α expression in peritumoral inflammatory cells was significantly related to worse patient outcome, whereas high expression in the intratumoral lymphoid cells correlates with a better prognosis. A risk profile indicating the chance of disease relapse and death was designed based on HIF-1α expression in inflammatory infiltrate cells, defining low, intermediate and high risks. This risk profile was able to determine that high HIF-1α expression in peritumoral lymphocytes correlates with worse prognosis, independently of intratumoral inflammatory infiltrate expression. Low HIF-1α in peritumoral lymphocytes and high expression in the intratumoral lymphocytes was considered a low risk profile, showing no cases of disease relapse and disease related death. Intermediate risk was associated with low HIF-1α expression in inflammatory infiltrate intratumoral and peritumoral. in tumor and tumor margins. These results suggest that HIF-1α expression in tumor and peritumoral inflammatory cells may play an important role as prognostic tumor marker.eng
dcterms.creatorMendes, Suzanny Oliveira-
dcterms.dateSubmitted2014-02-21-
dcterms.issued2014-02-21-
dcterms.languageporpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Biotecnologiapor
dc.subject.cnpqBiotecnologiapor
dc.contributor.refereeErrera, Flavia Imbroisi Valle-
dc.contributor.refereeFernandes, Kristianne Porta Santos-
dc.contributor.advisor-coLouro, Iuri Drumond-
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Suzanny Oliveira Mendes.pdf1.19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons