Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace3.ufes.br/handle/10/3390
Título: I Greaja Universal do Reino de Desu: Análise do Processo de Demonização na Busca pela Hegemonia no Campo Religioso neopentecostal
Autor(es): ALMEIDA, W. V.
Autor(es): FELDMAN, S. A.
SOARES, G. A.
SILVA, G. V.
KROHLING, A.
Data do documento: 25-Out-2007
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ALMEIDA, W. V., I Greaja Universal do Reino de Desu: Análise do Processo de Demonização na Busca pela Hegemonia no Campo Religioso neopentecostal
Resumo: A Igreja Universal do Reino de Deus desde sua emergência no cenário religioso brasileiro suscitou interesse em vários campos de conhecimento devido às especificidades de sua composição teológica, visão de mundo, simbolismo e práticas ritualísticas fundamentada no processo de demonização de seus pares. Processo este que consiste em relegar às demais religiões à condição de demoníacas numa estratégia que sugere busca pela hegemonia e legitimidade de seus preceitos doutrinários e do seu universo simbólico. Para tanto empreendeu a apropriação da idéia de Diabo presente no imaginário e no habitus religioso da coletividade na qual está inserida, ressignificando o conceito atribuindo-lhe novas definições e configurações. O principal alvo da demonização são as religiões não-cristãs, especialmente os cultos afro-brasileiros, embora as demais religiões cristãs não escapem ao processo. Partindo destes pressupostos elegeu-se o processo de demonização como objeto de pesquisa a fim de verificar em que medida a demonização constitui-se em mecanismo de legitimação da sua doutrina e do seu discurso. E, também em um instrumento de poder privilegiado para atingir seus objetivos expansionistas, demarcar sua identidade religiosa, servindo, ainda, como estratégia de consolidação de sua ortodoxia e na reprodução do seu discurso para fins proselitistas. Os questionamentos exigiram a delimitação de um quadro teórico-conceitual interdisciplinar que abrangesse as múltiplas dimensões da temática e fornecesse os instrumentos conceituais para efetivar a análise. Dessa forma conceitos como religião, sistema simbólico, imaginário social, habitus, Deus/Diabo, Bem/Mal serviram como categorias explicativas empregadas para a compreensão do universo religioso da IURD, considerado como construção histórico-social. A opção pela pesquisa bibliográfica como método analítico propiciou o embasamento teórico necessário à análise, assim como os dados que subsidiaram a pesquisa possibilitando resgatar os nexos e a dinâmica do processo de demonização permitindo concluir tratar-se de uma prática histórica empregada como dispositivo ideológico de construção e legitimação de ortodoxias religiosas que se pretendem hegemônicas, independente do contexto social ou histórico em que se efetiva. Palavras-chave: Universal do Reino de Deus, religião, processo de demonização, sistema simbólico, imaginário cristão, habitus, apropriação, ressignificação,
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3390
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3321_Waléria_Vieira_de_Almeida.pdf873.39 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.