Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4571
Título: Avaliação do papel de receptores tipo Toll 2 e 4 na resposta imune de indivíduos sadios, reativos ou não ao teste tuberculínico, frente ao desafio in vitro com Mycobacterium tuberculosis
Autor(es): Covre, Luciana Polaco
Orientador: Rodrigues, Rodrigo Ribeiro
Coorientador: Gomes, Daniel Cláudio de Oliveira
Palavras-chave: Latent tuberculosis
Tuberculose latente
Data do documento: 29-Ago-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COVRE, Luciana Polaco. Avaliação do papel de receptores tipo toll 2 e 4 na resposta imune de indivíduos sadios, reativos ou não ao teste tuberculínico, frente ao desafio in vitro com Mycobacterium tuberculosis. 2013. 94 f. Dissertação (Mestrado em Doenças Infecciosas) - Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Resumo: Acredita-se que indivíduos PPD+ representam um dos maiores reservatórios de transmissão da tuberculose, pois podem sofrer uma reativação da tuberculose latente e transmitir silenciosamente o bacilo Mycobacterium tuberculosis (Mtb) para seus contactantes. Em relação aos casos de tuberculose ativa existentes, sabe-se que a maioria é devido à reativação da infecção latente. Portanto a latência ainda é um grande obstáculo para alcançar o controle da tuberculose. A capacidade de controlar a infecção pelo Mtb está correlacionada com as funções imunológicas do hospedeiro. Os receptores Tipo Toll, principalmente TLR2 e TLR4, podem exercer participação direta a respeito dessa função imune, visto que possuem capacidade de iniciarem e direcionarem tanto a resposta inata quanto a adaptativa. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi avaliar o papel de receptores do tipo Toll 2 e 4 na resposta imune de indivíduos sadios reativos ou não ao teste tuberculínico (PPD+ e PPD-) frente ao desafio in vitro com Mycobacterium tuberculosis. Para isso, foram arrolados 13 indivíduos PPD+ e 11 indivíduos PPD-, nos quais avaliamos: 1) a frequência de células T reguladoras, 2) a atividade microbicida, e o 3) perfil de citocinas e óxido nítrico, após a infecção com o Mtb com ou sem o bloqueio dos receptores TLR2 e TLR4. Observamos que indivíduos PPD+ apresentaram maior frequência de células T reguladoras e carga bacilar que o grupo PPD- e que os receptores TLR2 e TLR4 possuem papel distinto na ativação da resposta imune. O bloqueio do receptor TLR2 reduziu a frequência de células T reguladoras e a capacidade microbicida do grupo PPD+. Por outro lado o bloqueio do receptor TLR4 aumentou a capacidade microbicida dos grupos PPD+ e PPD-, o que pode estar associado à redução na produção da citocina IL10. Dessa forma, nossos dados sugerem que a pré-exposição ao Mtb e/ou micobactérias ambientais, apesar de levar a uma memória imunológica nos indivíduos PPD+, não influencia na capacidade de eliminação do patógeno por esse grupo. Diversos mecanismos podem estar associados a essa dificuldade na eliminação do Mtb sendo a imunorregulação provocada pelo aumento de células T reguladoras um desses mecanismos. Além disso, observamos que os receptores TLR 2 e TLR4 possuem capacidade de modular a resposta imune contra o Mtb e podem ser futuros alvos para tratamentos anti-TB e quimioprofilaxia da TB latente. Palavras-chave: Mycobacterium tuberculosis, tuberculose latente, Purified Protein Derivative, PPD, células T reguladoras, receptores tipo Toll.
It is believed that TST+ individuals represent a major reservoir of tuberculosis transmission, reason they can reactivate the latent TB bacilli and silently transmit Mycobacterium tuberculosis (Mtb) to other contacts. Related to active tuberculosis cases, the majority is caused by latent infection reactivation, thus the latency is still a major obstacle to achieving tuberculosis control. Toll-like receptors (TLR) particularly TLR2 and TLR4 can participate in the regulation of the immune system since they have the ability to drive the innate and adaptive immune response. In this study we aimed to evaluate the role of Toll-like receptors 2 and 4 in the immune response from tuberculin skin test positive (TST +) and tuberculin skin test negative (TST -) healthy individuals upon challenge in vitro with Mycobacterium tuberculosis. Twenty-four healthy volunteers were invited to participate in our study, 13 TST + and 11 TST - where were evaluated: 1) the frequency of regulatory T cells; 2) the microbicidal activity and 3) cytokines profile and nitric oxide production after Mtb infection with or without TLR2 and TLR4 blocking. TST + individuals showed higher frequency of regulatory T cells and bacterial load when compared to TSTgroup. TLR2 receptor blocking reduced the Tregs frequency and microbicidal capacity in the TST + individuals, different from observed in both TST + and TST - after TLR4 blocking, which showed an increased microbicidal activity and decreased IL10 production. Our data suggest that Mtb pre-exposure and / or environmental mycobacteria although lead to immunological memory in TST + individuals do not affect the ability of pathogen clearance. Moreover, we observed that TLR 2 and TLR4 receptors are capable of modulating the immune response against Mtb and may be targets for future anti-TB treatments and chemoprophylaxis of latent TB.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4571
Aparece nas coleções:PPGDI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6785_Dissertação Luciana Covre.pdf7.97 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.