Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5140
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorGuimarães, Marco Cesar Cunegundes-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:37:45Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:37:45Z-
dc.identifier.citationMILANEZE, Bárbara Altoé. Síntese e caracterização de nanopartículas de ouro com resina de Virola oleifera e avaliação do seu efeito antibacteriano. 2015. 95 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica e Farmacologia) - Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Farmacologia, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2015.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5140-
dc.format.mediumtexteng
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleSíntese e caracterização de nanopartículas de ouro com resina de Virola oleifera e avaliação do seu efeito antibacterianopor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc61-
dc.subject.br-rjbnNanopartículaspor
dc.subject.br-rjbnNanotecnologiapor
dc.subject.br-rjbnAntioxidantespor
dc.subject.br-rjbnAgentes antiinfecciosospor
dcterms.abstractO uso da nanotecnologia vem modificando a forma com que diversos tipos de materiais são utilizados. A síntese coloidal é um método extremamente versátil, de custo relativamente baixo comparado a outros métodos de produção de nanopartículas metálicas (NPs). Seu comportamento está relacionado ao ambiente em que se encontra, estabilidade, composição química, grau de agregação, morfologia e tamanho, e por isso modulações no momento da síntese são determinantes para a atividade biológica. Grande parte das rotas tradicionalmente utilizadas para a produção de nanopartículas metálicas, partem de solventes tóxicos, que acabam dando origem a resíduos nocivos à saúde e ao meio ambiente. Estudos com NPs vêm mostrando que elas têm grande potencial como agentes antimicrobianos, entrega de drogas, dentre outros. O presente estudo teve como objetivo o desenvolvimento de uma metodologia sustentável para a síntese de nanopartículas de ouro, utilizando como agente redutor solução de resina de Virola oleifera, e posterior avaliação da atividade antimicrobiana e antioxidante. Métodos: As nanopartículas de ouro (AuNPs) foram sintetizadas por oxi-redução, com base em um planejamento fatorial 3² onde as variáveis foram o tempo e a concentração do agente redutor. A caracterização foi realizada com análises de UV-Vis, Microscopia, Potencial Zeta, ICP-MS e Infravermelho. O potencial antioxidante foi avaliado tanto para a resina quanto para as AuNPs. A atividade antibacteriana foi testada contra Staphylococcus aureus 1117 e Escherichia coli DH5α pela técnica de microdiluição em caldo, e a interação rápida por agitação, seguidas de análises de Microscopia Eletrônica de Transmissão. Resultados: A resina de Virola oleifera foi capaz de reduzir o ouro de modo tão eficaz quanto o citrato de sódio (agente redutor tradicionalmente utilizado). Dentre as variáveis apenas a concentração do agente redutor foi relevante para determinar as características das nanopartículas. O pico de absorbância ocorreu entre 520 e 540nm. Juntamente com tais dados as imagens de microscopia confirmam a presença de nanopartículas de ouro. A partir da síntese verde as AuNPs tinham formas variadas e potencial zeta mostrou que as AuNPs eram estáveis. As análises de ICP-MS mostraram que a concentração e ouro reduzida com a síntese verde foi maior que com citrato. As nanopartículas de ouro apresentaram potencial antioxidante e foram capazes de inibir o crescimento de S. aureus por interação com a membrana. Conclusões: A resina de Virola oleifera se mostrou uma ótima alternativa para a síntese de AuNPs, dando origem a partículas com atividade antioxidante, e eficazes na inibição de S. aureus.por
dcterms.abstractIntroduction: The use of nanotechnology is changing the way different types of materials are used. Colloidal synthesis is an extremely versatile method, relatively low cost compared to other methods of production of metal nanoparticles (NP's). Their behavior is related to the environment in which it finds itself, stability, chemical composition, degree of aggregation, morphology and size, so modulations at the time of synthesis are crucial for biological activity. Much of the route traditionally used for the production of metal nanoparticles, start from toxic solvents that end up giving rise to harmful wastes to health and the environment. NP's studies have shown that they have great potential as antimicrobial agents, drug delivery, among others. This study aimed to develop a sustainable methodology for the synthesis of gold nanoparticles using as reducing agent Virola resin solution oleifera, and further evaluation of antimicrobial and antioxidant activity. Methods: The gold nanoparticles (AUNP's) were synthesized by oxidation-reduction, based on a factorial design 3² where variables were time and concentration of reducing agent. The characterization was performed with UV-Vis analysis, microscopy, Zeta potential, ICP-MS and IR. The antioxidant potential was evaluated for both the resin and for the AUNP's. The antibacterial activity was tested against Staphylococcus aureus and Escherichia coli DH5α 1117 by microdilution technique in broth, and rapid interaction by shaking, followed by transmission electron microscopy analyzes. Results: The resin ferrule oleifera was able to reduce as efficiently as gold sodium citrate (reducing agent used traditionally). Among the varying only the concentration of the reducing agent it was important to determine the characteristics of nanoparticles. The peak absorbance between 520 and 540nm occurred. Together with such the microscopy imaging data confirm the presence of gold nanoparticles. From Green synthesis had the AUNP's various forms and zeta potential showed that AUNP's were stable. The ICP-MS analysis showed that the concentration and reduced with green gold synthesis was 18 higher than with citrate. The gold nanoparticles had antioxidant potential and were able to inhibit the growth of S. aureus by interaction with the membrane.eng
dcterms.creatorMilaneze, Bárbara Altoé-
dcterms.issued2015-09-02-
dcterms.languagePorpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Bioquímica e Farmacologiapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqFarmacologia Bioquímica e Molecularpor
dc.publisher.courseMestrado em Bioquímica e Farmacologiapor
dc.contributor.refereeOlivares, Fabio Lopes-
dc.contributor.refereeNogueira, Breno Valentim-
Aparece nas coleções:PPGBF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7497_Barbara Altoe Milaneze - PDF VERSÃO FINAL20151103-100257.pdf5.2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.