Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5992
Título: É possível o desenvolvimento de knowledge-intensive business services (KIBS) em regiões periféricas? : o caso dos serviços de engenharia de projetos e da tecnologia da informação no Espírito Santo
Autor(es): Hoffman, Alexsandro Mairink
Orientador: Grassi, Robson Antonio
Palavras-chave: Tecnologia da informação
Knowledge Intensive Business Services
Data do documento: 3-Jun-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: The current information technologies and communications technical-economic paradigm (TEP-ICT´S) has opened many opportunities which have been widely used by knowledge-intensive business services (KIBS). This paper aims at discussing KIBS development in peripheral regions. Therefore, it will not only present the theoretical approach which involves KIBS including its 4 distinctive dimensions but also the formation and dynamics of service rendering segments and KIBS activities in Brazil and Espírito Santo, offering a case study on project engineering and information technology companies which took part in a suppliers development program. The major line of reasoning is to propose KIBS has a 5th-distinctive dimension (the institutional dimension) and its importance in peripheral regions. Particularly in Espírito Santo case, said 5th dimension focuses on collaborator qualification institutions.
O atual paradigma técnico-econômico das tecnologias da informação e das comunicações (PTE-TICS) abriu uma janela de oportunidades, da qual os knowledgeintensive business services, ou KIBS, têm feito largo uso. Esta dissertação tem como foco de discussão o desenvolvimento de KIBS em regiões periféricas. Para tanto, além de se apresentar a abordagem teórica que envolve KIBS, incluindo suas 4 dimensões características, o estudo apresenta a composição e a dinâmica do setor de serviços e das atividades KIBS no Brasil e no Espírito Santo, oferecendo um estudo de caso sobre as empresas de engenharia de projetos e de tecnologia da informação, participantes de um programa de desenvolvimento de fornecedores. A linha mestra de raciocínio é a proposição de que KIBS possuem uma quinta dimensão que lhe é característica: sua dimensão institucional e sua importância em regiões periféricas. Dentro dela, o destaque, no caso do Espírito Santo, vai para as instituições relacionadas à capacitação de pessoal.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5992
Aparece nas coleções:PPGECO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao Completa.pdf793.22 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.