Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6455
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMoraes, Alexandre Jairo Marinho-
dc.date.accessioned2016-12-23T14:34:15Z-
dc.date.available2012-02-17-
dc.date.available2016-12-23T14:34:15Z-
dc.identifier.citationCORRÊA, Danilo Barcelos. A matéria do nada : potências, flutuações e experiência no nada poético de Carlos Drummond de Andrade. 2011. 129 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2011.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/6455-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.rightsopen accessen
dc.subjectCriação poéticapor
dc.subjectEstudos literáriospor
dc.titleA matéria do nada : potências, flutuações, e experiência no nada poético de Carlos Drumond Andradepor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc82-
dc.subject.br-rjbnAndrade, Carlos Drummond de, 1902-1987 - Crítica e interpretaçãopor
dc.subject.br-rjbnPoesia brasileira - História e críticapor
dcterms.abstractCarlos Drummond de Andrade, em seus poemas, pensa esteticamente o ser, o tempo e a linguagem, silenciando seus leitores para que neles se opere a força do nada. Pensar a matéria do nada nos poemas do poeta é trilhar um caminho em seu pensamento, tateando, como poeticamente ele o faz, o poder de palavra e o poder de silêncio de seus versos para fundar o ser. Verificamos, ao analisar seus poemas, como o poeta reflete seu tempo e seus problemas maiores, afinado com as diversas disciplinas do saber e com as questões centrais de sua época. A partir disso, verifica-se o que entende o poeta por eu, poema, poesia, tempo e silêncio. Estabelecidos estes pontos, torna-se possível perceber como os poemas nos angustiam e nos suspendem no nada, desfazendo-nos e refazendo-nos no pensar poético de Drummond.por
dcterms.abstractCarlos Drummond de Andrade, in his poems, reflects aesthetically about the self, time and language, silencing his readers so power over nothing acts on them. To think about nothingness s matter in the poet s poems is treading a path in his thinking, feeling poetically as he shows, "the power of speech and silence" of his verses creating the self. Analyzing his poems as the poet reflects on the twentieth century and its major problems, in tune with the different disciplines of knowledge and central issues of that time period. By checking this it is understood how the poet conceives the concepts of poem, poetry, time and silence. Establishing these points it becomes possible to see how poems effect and suspend the self in nothingness, unmaking and remaking the self in the poetic thought of Drummond.eng
dcterms.creatorCorrêa, Danilo Barcelos-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2011-04-11-
dcterms.languageporpor
dcterms.subjectNadapor
dcterms.subjectPoemapor
dcterms.subjectPoesiapor
dcterms.subjectPoetapor
dcterms.subjectSerpor
dcterms.subjectLinguagempor
dcterms.subjectTempopor
dcterms.subjectSilênciopor
dcterms.subjectNothingnesseng
dcterms.subjectPoemeng
dcterms.subjectPoetryeng
dcterms.subjectPoeteng
dcterms.subjectSelfeng
dcterms.subjectLanguageeng
dcterms.subjectTimeeng
dcterms.subjectSilenceeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqLetraspor
dc.publisher.courseMestrado em Letraspor
dc.contributor.refereeAlbertino, Orlando Lopes-
dc.contributor.refereePessoa, Fernando Mendes-
frapo.hasFundingAgencyCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Danilo Barcelos Correa.pdf615.48 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.