Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7119
Título: Diversidade genética do Zika virus no Estado do Espírito Santo
Autor(es): Rodrigues, Fernanda Mariano Garcia de Souza
Orientador: Louro, Iúri Drumond
Coorientador: Meira, Débora Dummer
Data do documento: 6-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O Zika virus (ZIKV) é um arbovírus do gênero Flavivirus pertencente à família Flaviviridae. Duas principais linhagens são reconhecidas, Asiática e Africana, sendo a linhagem Asiática encontrada no Brasil. Os sintomas da infecção de ZIKV geralmente são brandos, mas existem relatos de casos de óbitos e manifestações neurológicas. Variações genéticas virais estão relacionadas com as diferenças nas manifestações clínicas da doença, portanto pesquisas sobre o genoma, filogenia e distribuição geográfica do vírus podem esclarecer como essas variações afetam a manifestação clínica do ZIKV, além de servir para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos. Apesar da importância, poucos estudos avaliam as variações genéticas virais. Este estudo realizou uma abordagem epidemiológica e filogenética a nível populacional que analisou a diversidade genética do ZIKV no Espírito Santo (ES), e as relações filogenéticas das cepas de ZIKV identificadas com sequências virais disponíveis no GenBank. Constatou-se que os municípios de Vitória, Cariacica e Cachoeiro de Itapemirim foram os mais afetados, sendo a linhagem Asiática a circulante no ES, assim como no restante do país. Foram encontradas 4 variações em 2 genes estudados, no gene E A1023G e C1050T e no gene NS5 C1891T e T1945C. As variações A1023T e C1891T foram descritas pela primeira vez em linhagens Asiáticas neste trabalho, e as variações C1050T e T1945C foram descritas anteriormente em linhagem Asiática apenas uma vez em uma sequência do Rio de Janeiro e três sequências na China, respectivamente. Por fim, apesar das variações genéticas encontradas nas sequências do ES não estarem associadas à mudança de aminoácidos, não se pode descartar que outras mudanças, seja em ligações entre enzimas e o RNA, seja na estrutura das proteínas finais, podem ser causadas por essas variações. Os resultados apresentados podem ser úteis a futuros trabalhos permitindo uma expansão da base de dados apresentando uma visão mais clara da epidemiologia do ZIKV, o que poderá ajudar a determinar a origem geográfica de um novo surto e, além disso, monitorar a eficácia das medidas de controle.
Zika virus (ZIKV) is an arbovirus belonging to the genus Flavivirus of the Flaviviridae family. Two main lineages are recognized, Asian and African, the Asian lineage was found in Brazil. The symptoms are usually mild, but there are reports of cases of death and neurological manifestations. Viral genetic variations are related to the differences in the clinical manifestations of the disease, and research on the genome, phylogeny and geographical distribution of the virus can clarify how these variations affect the clinical manifestation of ZIKV and the development of biotechnological products. Despite the importance, few studies evaluate viral genetic variations. This study carried out a population-based epidemiological and phylogenetic approach that analyzed the genetic diversity of ZIKV in Espírito Santo (ES), and the phylogenetic relationships of the ZIKV strains identified with GenBank available viral sequences. It was found that the municipalities of Vitória, Cariacica and Cachoeiro de Itapemirim are the most affected, and the current lineage in ES is the Asian, as well as in the rest of the country. Four variants were found in 2 genes studied, in the E A1023G and C1050T gene and in the NS5 gene C1891T and T1945C. Variations A1023T and C1891T were first described in Asian lines in this work, and the variations C1050T and T1945C were previously described in Asian lineage only once in a sequence from Rio de Janeiro and three sequences in China, respectively. Finally, although the genetic variations found in the ES sequences were not associated with the amino acid change, it can not be ruled out that other changes, either in the links between the enzymes and the RNA, or in the structure of the final proteins, can be caused by these variations. The results presented may be useful for future work, allowing an expansion of the database presenting a clearer view of the epidemiology of ZIKV, which may help to determine the geographical origin of a new outbreak and also monitor the effectiveness of the control.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7119
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12070_Dissertação_Fernanda Mariano Garcia.pdf3.16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.