Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/750
Title: Formas de aplicação de inoculante e seus efeitos sobre a nodulação da soja
Other Titles: Forms of inoculant application and effects on soybean nodulation
Authors: Vieira Neto, Santiel Alves
Pires, Fábio Ribeiro
Menezes, Carlos Cesar Evangelista de
Menezes, June Faria Scherrer
Silva, Alessandro Guerra da
Silva, Gilson Pereira
Assis, Renato Lara de
Keywords: Inoculação;Sulco de semeadura;Soja;Glycine max;Inoculation;Sowing furrow;Bradyrhizobium
Issue Date: Mar-2008
Citation: VIEIRA NETO, Santiel Alves et al. Formas de aplicação de inoculante e seus efeitos sobre a nodulação da soja. Rev. Bras. Ciênc. Solo, Viçosa, v. 32, n. 2, p. 861-870, mar./abr. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbcs/v32n2/40.pdf>. Acesso em: 20 maio 2011.
Abstract: Atualmente, tem-se difundido a aplicação de inoculante no sulco de semeadura na cultura da soja, mas há poucas informações que dão suporte a essa prática e comprovam sua eficiência em diferentes ambientes manejados sob plantio direto. Este trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade da aplicação de inoculantes na cultura da soja, via semente e sulco de semeadura, em solo já cultivado ou não com soja. Foram realizados dois experimentos em campo a partir de dezembro de 2004 em Latossolo Vermelho-Amarelo, seguindo o mesmo método e tratamentos, porém em dois locais distintos, com ou sem cultivo anterior de soja. Foram testados oito tratamentos: (1) inoculação via semente (inoculante + fungicida + micronutriente); (2) sem inoculação (fungicida + micronutriente); (3) testemunha (semente pura, sem tratamento); (4) aplicação no sulco-dose 1 (dose do inoculante recomendada no sulco); (5) aplicação no sulco-dose 2 (duas vezes a dose recomendada no sulco); (6) aplicação no sulco-dose 3 (três vezes a dose recomendada no sulco); (7) sulco-dose 1 + inoculação via semente; e (8) adubação com N (200 kg ha-1 N). Foram avaliados massa de matéria seca de nódulos e número de nódulos totais e nódulos viáveis e não-viáveis aos 30 e 75 dias após emergência. A melhor nodulação foi obtida com aplicação de inoculante + fungicida + micronutriente via semente no solo ainda não cultivado. No solo previamente cultivado com soja, destacaram-se os tratamentos uma e duas vezes a dose do inoculante no sulco. Menores valores de massa seca de nódulos na soja foram obtidos no tratamento com adubação mineral. A aplicação via sulco do inoculante mostrou-se uma prática viável, em razão da semelhança dos resultados obtidos com a aplicação tradicional via semente.
ABSTRACT Nowadays, inoculant application in the sowing furrow of soybean is widely used, but there is little information underlying this practice, which would prove the efficiency in different environments under no-tillage systems. This study aimed to evaluate the viability of inoculant application to soybean, via seed and in-furrow, in soil never cultivated with soybean or previously cultivated with soybean. Two field experiments were carried out as of December 2004 in a Red Yellow Latosol (Oxisol), using the same methodology and applying the same treatments, at two different sites, with or without previous soybean cultivation. Eight treatments were tested: (1) seed inoculation (inoculant + fungicide + micronutrient), (2) without inoculation (fungicide + micronutrient), (3) control (pure seed without treatment), (4) in-furrow application dose 1 (recommended dose of inoculant in the furrow), (5) in-furrow application dose 2 (the double of the recommended dose in the furrow), (6) furrow application dose 3 (three times the recommended dose in the furrow), (7) furrow-dose 1 + seed inoculation, and (8) N fertilization (200 kg ha-1 N). The dry matter mass of the nodules, the number of total nodules and viable and non-viable nodules were evaluated 30 and 75 days after emergence. The treatment inoculant + fungicide + micronutrient application via seed in the non-cultivated soil resulted in the best nodulation. In the soil previously cultivated with soybean, the treatments with the simple and double inoculant dose in the furrow reached the best results. Nodule dry mass was the lowest in the treatment with mineral fertilization. In-furrow application of the inoculant seemed a viable practice due to the similarity of the results with traditional seed inoculation.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/750
ISSN: 0100-0683
Appears in Collections:DCAB - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
40.pdf326.38 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons