Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7684
Título: Estudo das vazões na bacia hidrográfica do rio Itapemirim
Autor(es): Mendes, Natália Gomes de Souza
Orientador: Cecílio, Roberto Avelino
Coorientador: Zanetti, Sidney Sara
Palavras-chave: Vazão fluvial (Métodos estatísticos)
Cobertura florestal
River flow (Statistical Methods)
Forest cover
Rainfall
Remote sensing
Data do documento: 29-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Estudos de vazões são de grande importância para o conhecimento da disponibilidade hídrica de uma região. Dentre as causas potenciais que alteram os regimes de vazões em bacias hidrográficas, estão a variabilidade da precipitação e as modificações do uso do solo. Neste contexto, o presente trabalho teve por objetivo analisar o comportamento das vazões de cursos dáguas da bacia hidrográfica do rio Itapemirim (BHRI) e relacioná-los às mudanças ocorridas na cobertura florestal e na precipitação pluviométrica. Foram determinadas para as 11 sub-bacias da BHRI, a vazão mínima média com sete dias de duração (Q7), a vazão média anual (Qmed) e a vazão máxima anual (Qmax). Mediante a estimativa das chuvas médias mensais para a BHRI, pela interpolação Inverso da Potência da Distância ao Quadrado (IPD2), foram calculadas as precipitações mensal máxima (Pmax), mensal mínima (Pmin) e a total anual (Pa), bem como as precipitações do trimestre mais chuvoso (Ptc), do trimestre mais seco (Pts), do semestre mais chuvoso (Psc) e a do semestre mais seco (Pss). O mapeamento da cobertura florestal de mata nativa foi obtido utilizando a técnica de classificação supervisionada Máxima Verossimilhança das imagens Landsat 5. Para a análise da relação entre chuvas e vazões, no período de 1985 a 2011, em intervalos de 2 anos, e para o ano de 2014, foram realizadas associações mediante a análise de regressão, e aplicado o teste F a 5% de probabilidade. Já para a análise quantitativa da associação entre o percentual de cobertura florestal, a precipitação anual e o regime de vazões, no período de 1985 a 2011 (1987, 1991, 1995, 1999, 2003, 2007 e 2011), foi realizada por meio do ajuste de equações de regressão linear múltipla, e aplicado o teste t de Student, com 5% de probabilidade. Além disso, foi utilizada a análise de correlação parcial para verificar o efeito da floresta na variação das vazões, de modo a fixar o efeito da precipitação anual e utilizado o teste F a 5% de probabilidade. O total precipitado exerceu forte influência nas vazões das sub-bacias estudadas. Verificou-se que foram as chuvas anuais (Pa) atuaram de forma considerável para as variações das Qmed, as chuvas dos meses mais chuvosos (Pmax e Psc) para as Qmax, e as chuvas relacionadas aos eventos máximos (Pa, Psc e Ptc), que provavelmente mantiveram o escoamento mínimo dos rios nos períodos de estiagens (Q7). Desta forma, foi notória a influência das chuvas sobre o regime de vazões nas sub-bacias da BHRI, durante o período analisado. Verificou-se que a redução da floresta ocasionou aumentos na Qmed nas sub-bacias de Rive e Usina São Miguel. Além disso, o incremento da floresta influenciou no aumento da Q7 na sub-bacia de Usina Paineiras de maneira muito expressiva. O estudo permitiu a identificação de associações significativas entre floresta e vazões em algumas sub-bacias da BHRI, principalmente naquelas de grandes extensões.
Flow studies are of great importance for the understanding of water availability of a region. Among the potential causes that alter flow regimes in river basins are the variability of rainfall and changes in land use. In this context, the present study aimed to analyze the behavior of the flow of water courses of the catchment area of the river Itapemirim (BHRI) and relate them to changes in forest cover and rainfall. Were determined for 11 of sub-basins, the minimum flow of seven days duration (Q7), the average annual flow (Qmed) and the annual maximum flow rate (Qmax). By the estimate of the average monthly rainfall for BHRI by Inverse interpolation Distance Weighted Squared (IPD2), we calculated the maximum monthly rainfall (Pmax), monthly minimum (Pmin) and the annual total (Pa) and the precipitation of rainer quarter (Ptc), the driest quarter (Pts), rainier semester (Psc) and driest semester (Pss). The mapping of forest cover of native forest was obtained using the classification technique by Maximum Likelihood of Landsat 5 images. For the analysis of the relationship between rainfall and flow rates in the period 1985-2011, at intervals of two years, and for the year 2014, associations were created by regression analysis, and applied the F test at 5% probability. For quantitative analysis of the association between the forests cover percentage, the annual precipitation and the regime of flow in the period 1985-2011 (1987, 1991, 1995, 1999, 2003, 2007 and 2011). It was performed by adjustment of multiple linear regression equations, and applied the Student t test with 5% probability. In addition, the partial correlation analysis was used to verify the effect of forest on the variation of the flow in order to fix the effect of annual precipitation and used the F test at 5% probability. The total rainfall exerted a strong influence on the flow of the studied sub-basins. It has been found that were annual rainfall (Pa) that explained considerably variations in Qmed, rains of the rainy season (Pmax and Psc) for Qmax, and the rains related to the maximum events (Pa, Psc and Ptc) which probably kept the minimum flow of the rivers during periods of drought (Q7). Thus, it was evident the influence of the climate control of the rains on the regime of flow in the BHRI sub-basins during the analysis period. It was found that the reduction of forest caused increases in Qmed Rive sub-basins and Usina São Miguel. Increased forest influenced the increase of the Q7 in Usina Paineiras subbasin in a very expressive way. The study identified significant associations between forest and flows in some of BHRI sub-basins, especially those of large areas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7684
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9389_Natália Mendes2016.pdf4.09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.