Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7771
Título: Padronização da ecocardiografia em rottweilers saudáveis e efeito da acepromazina, meperidina e sua associação /
Autor(es): Reis, Afonso Cassa
Orientador: Aptekmann, Karina Preising
Palavras-chave: Padrão de referência
Neuroeptoanalgesia
Tranquilização
Cão
Ecocardiografia
Reference standards
Sedation
Dog
Data do documento: 18-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O ecocardiograma (ECO) é um exame amplamente utilizado na medicina veterinária para o diagnóstico de doenças cardíacas, porém, mesmo sendo um exame não invasivo, os cães podem não colaborar com o posicionamento adequado para a realização do exame. Uma forma de diminuir a agitação do animal e melhorar a qualidade das imagens é a contenção química. Além disso, a grande variação de peso e conformação corporal encontrada nas diferentes raças de cães pode ser um fator limitante na interpretação do exame ecocardiográfico. Objetivou-se com este estudo avaliar os efeitos da tranquilização com a meperidina, acepromazina e sua associação sobre os parâmetros ecocardiográficos em cães (capítulo 1) e determinar os parâmetros ecocardiográficos normais de cães da raça Rottweiler (capítulo 2). No capítulo 1, foram utilizados 12 cães adultos, saudáveis, da raça Rottweiler. Cada cão foi submetido ao exame ecocardiográfico sem utilização de tranquilização (tratamento controle - TC) e a três protocolos de tratamento, utilizando a meperidina (2 mg/Kg) (TM), acepromazina (0,05 mg/Kg) (TA), e a associação dos medicamentos (TMA), na mesma dosagem. As variáveis foram analisadas pelo teste de Tukey para determinar as diferenças entre os tratamentos, com nível de significância de 5%. Observou-se que as médias obtidas na onda A do fluxo mitral em TA e TMA diminuíram significativamente com relação ao TM, que não diferiu do TC. Houve uma diminuição significativa no valor de movimento anular mitral (MAM) e excursão sistólica do plano anular tricuspide (ESPAT) no TA. Não houve diferença significativa para os valores de ração de encurtamento (FE) entre TA e os demais tratamentos. Entretanto, observou-se que 57,3% dos cães apresentaram valores de FE abaixo da normalidade para a espécie. As alterações encontradas podem ser decorrentes dos efeitos hipotensores da acepromazina utilizada de forma isolada. Conclui-se que a meperidina ou sua associação com acepromazina não alteram os parâmetros ecocardiográficos em cães saudáveis e que a acepromazina, utilizada isoladamente, causa alteração na função sistólica dos cães, não sendo recomendada para a contenção química dos cães 8 submetidos ao exame ecocardiográfico. No capítulo 2 foram selecionados 23 cães adultos clinicamente sadios, sendo 15 fêmeas e 8 machos, pesando em média 43,3 ± 4,5 kg, com idade média de 42,5 ± 14,8 meses. Após a determinação de todos os valores ecocardiográficos, foi calculada a média e desvio padrão de todos os parâmetros e foi realizada estatística de correlação de Pearson entre o peso, idade e sexo e as demais variáveis analisadas, com nível de significância de 5%. Os parâmetros ecocardiográficos também foram comparados de forma descritiva com os valores de normalidade para a população canina em geral. Houve correlação positiva significativa entre a idade e a FC e o DIVEd; e correlação negativa significativa entre a idade e as ondas E e A do fluxo mitral. Quanto maior o peso do cão, maior a velocidade máxima do fluxo aórtico na avaliação Doppler. Não houve correlação significativa de nenhum parâmetro avaliado com o sexo dos cães. Nas avaliações individuais e das médias dos parâmetros ecocardiográficos, observou-se que os valores de Ao, AE, SIVd e MAM apresentavam-se menores do que o padrão geral determinado para a espécie canina; e os valores de DIVEs e PLVEd apresentavam-se maiores, podendo ser uma característica inerente da raça.
The echocardiogram (ECO) is an exam widely used in veterinary medicine for the diagnosis of heart disease, but even being a noninvasive exam, dogs can not collaborate with the appropriate positioning for the examination. To reduce the animal's agitation and improve the quality of the images, sedation could be used. Also, a wide range of weight and body conformation found in different breeds of dogs can be a limiting factor in the interpretation of echocardiographic examination. The objective of this study was to evaluate the effects of sedation with meperidine, acepromazine and its association on the echocardiographic parameters in dogs (chapter 1) and to estabilish the normal echocardiographic parameters in Rottweilers (chapter 2). In chapter 1, 12 healthy adults Rottweilers were used. Each dog was subjected to the echocardiography examination without the use of sedation (control treatment- CT) and subjected to three treatment protocols using meperidine (2 mg / kg) (MT), acepromazine (0.05 mg / kg) (AT), and the combination of drugs (MAT), at the same dosage. The variables were analyzed by Tukey test to determine differences between treatments, with 5% significance level. It was observed that the average obtained in A-wave of mitral inflow in AT and MAT decreased significantly comparing with MT, which did not differ from CT. There was a significant decrease in the measure of mitral annulus motion MAM and tricuspid annular plane systolic excursion (TAPSE) at TA. There was no significant difference to the FE values between TA and other treatments. However, it was observed that 57.3% of the dogs showed FE values below the normal range for the species. The changes found may be due to the hypotensive effects of acepromazine used in isolation. It was concluded that meperidine or its association with acepromazine not alter echocardiographic parameters in healthy dogs and that acepromazine, used alone, causes changes in systolic function and is not recommended for sedation of dogs submitted to echocardiography exam. It was selected 23 clinically healthy adult dogs, 15 females and 8 males, with average weight of 43.3 ± 4.5 kg and mean age of 42.5 ± 14.8 months. Mean and standard deviation was determined of all echocardiographic parameters and Pearson correlation was performed between weight, age,sex and other variables analyzed, with 5% significance level. Echocardiographic parameters were compared by descriptive analysis with the normal values for the canine general population. There was a significant positive correlation between age and heart rate and LVDd; and significant negative correlation between age and the E and A waves of the mitral inflow. The greater the body weight, the higher the maximum speed of the Doppler aortic flow assessment. There was no significant correlation between sex and any parameters evaluated. The individual assessments and the means of echocardiographic parameters, it was observed that the values When, AE, IVSD and MAM presented themselves smaller than the determined general pattern in dogs; and DLVs and PLVEd values had become larger and may be an inherent characteristic of the breed.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7771
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7869_Afonso Cassa Reis20160412-135006.pdf1.48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.