Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace3.ufes.br/handle/10/7831
Título: Obtenção de Ésteres Metílicos utilizando Dolomita como Catalisador Heterogêneo na Reação de Transesterificação
Autor(es): CHIBA, M. L.
Autor(es): BARANANO, A. G.
GUIMARÃES, D.
PINHEIRO, I. R.
metadata.dcterms.subject: Biodiesel
Dolomita
Catalisador Heterogêneo
Data do documento: 14-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CHIBA, M. L., Obtenção de Ésteres Metílicos utilizando Dolomita como Catalisador Heterogêneo na Reação de Transesterificação
Resumo: As mudanças climáticas e a conscientização da sociedade pelas questões ambientais têm favorecido pesquisas por produtos e processos ambientalmente sustentáveis. O biodiesel é um combustível derivado de fontes renováveis, como óleos vegetais e gorduras animais, que pode substituir parcial ou integralmente o diesel de petróleo. Convencionalmente, o biodiesel é produzido por reação de transesterificação homogênea alcalina, mas estudos têm sido realizados para o uso de catalisadores heterogêneos, que apresentam vantagens como a diminuição de resíduos efluentes e possibilidade de reutilização do catalisador. A dolomita é um calcário, um material abundante na natureza e de baixo custo, com aplicação industrial em diversas áreas. Recentemente a dolomita tem sido estudada para utilização como catalisador heterogêneo na produção do biodiesel. No presente estudo, uma dolomita originária da região de Cachoeiro de Itapemirim ES, foi investigada para utilização como catalisador heterogêneo na produção de biodiesel. A calcinação dessa dolomita à 900°C por 2 horas, resultou em materiais com características importantes, as quais foram investigadas por meio de análises química, de DRX, de TGA/DTG e MEV. Essas qualidades garantiram uma boa catálise da reação de transesterificação de óleo de sementes de algodão com metanol, na quantidade de 2% ou 3% em peso de catalisador. Também foi possível reutilizá-lo por mais dois ciclos. Das reações, resultaram produtos com elevadas concentrações de ésteres metílicos, de aproximadamente 98% de FAME, sendo o linoleato de metila e o palmitato de metila os ésteres mais expressivos, e não foi necessário utilizar água nas purificações e outras etapas do processo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7831
Aparece nas coleções:PPGEQ - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9841_Dissertação_Final_Marlene.pdf1.69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.