Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7912
Title: O OBESOGÊNICO TRIBUTILESTANHO INDUZ ADIPOGÊNESE ANORMAL NOS OVÁRIOS DE RATAS ADULTAS
metadata.dcterms.creator: ARAÚJO, JULIA FERNANDEZ PUÑAL DE
metadata.dcterms.issued: 27-Apr-2018
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
metadata.dcterms.abstract: O Tributilestanho (TBT) é um obesogênico associado a várias disfunções metabólicas e reprodutivas, depois da exposição in útero. No entanto, poucos estudos avaliaram o efeito obesogênico do TBT em ovários adultos. Nesse trabalho, avaliamos os efeitos desse poluente no trato reprodutivo de ratas adultas, bem como seu efeito obesogênico nesses órgãos. Para isso, o TBT foi administrado, por 30 dias, em ratas Wistar com 12 semanas de idade e com ciclo estral normal. Durante o tratamento, esse ciclo foi acompanhado e observamos alterações nas fases e comprimento. Avaliamos, também, os parâmetros biométricos e a morfofisiologia do sistema reprodutivo, com foco em ovário e útero. Foram feitas dosagens dos hormônios sexuais (LH, FSH, progesterona, estrogênio e testosterona), constatando que seus níveis estavam alterados. Além disso, foi observado que a via esteroidogênica estava alterada nos animais tratados. Avaliamos ainda a expressão de proteínas e de mRNA de fatores que regulam a adipogênese. Esses animais demonstraram adipogênese ovariana anormal com níveis aumentados de colesterol, aumento no acúmulo de lipídeos e aumento na expressão de PPARγ, C/EBP-β e Lipina-1. Observou-se uma correlação negativa entre a expressão de PPARγ do ovário e a expressão da aromatase nas ratas TBT. Além disso, a exposição ao TBT resultou em atrofia, inflamação, estresse oxidativo e fibrose no trato reprodutivo. As disfunções do ovário também ocorreram juntamente com as irregularidades uterinas e os marcadores adipogênicos anormais do ovário dos animais TBT podem estar associados a essas irregularidades uterinas, visto que foi observada uma correlação positiva entre os níveis de colesterol no ovário e a inflamação uterina nesses animais. Esses achados sugerem que TBT leva a efeitos obesogênicos ovarianos diretamente por adipogênese anormal e/ou indiretamente por meio de irregularidades no trato reprodutivo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7912
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_12131_Dissertação Julia Fernandez Puñal de Araújo.pdf3.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.