Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8204
Título: Influência dos sistemas de polimento na rugosidade e na alteração de cor de duas cerâmicas odontológicas
Autor(es): Maciel, Lucas Campagnaro
Orientador: Xible, Anuar Antônio
Coorientador: Kano, Stefania Carvalho
Palavras-chave: Cerâmica
Pigmentação em Prótese
Cor
Espectrofotometria
Data do documento: 17-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MACIEL, Lucas Campagnaro. Influência dos sistemas de polimento na rugosidade e na alteração de cor de duas cerâmicas odontológicas. 2016. 86 f. Dissertação (Mestrado em Clínica Odontológica) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências da Saúde.
Resumo: Declaração do problema: ajustes são comuns para adaptação clínica e correção estética da peça cerâmica, acarretando em perda de brilho e lisura superficial alcançados pelo glaze, podendo gerar alteração de cor e rugosidade destes materiais.Objetivo: avaliar a influência do tratamento de superfície na rugosidade e na alteração de cor das cerâmicas vítreas prensada e de cobertura, após imersão em solução de café. Material e métodos: foram confeccionados 88 discos cerâmicos (1.0 mm x 10.0 mm) conforme as recomendações do fabricante. Destes, 44 de cerâmica vítrea de cobertura (Grupo C) e 44 de cerâmica vítrea prensada (Grupo P). Cada grupo cerâmico foi dividido em 4 subgrupos de acordo com o tratamento de superfície: (G)Glaze, (S) sistema de polimento Shofu Inc, (E) sistema de polimento Edenta AG, (KG)ponta diamantada de granulação de 30 µm. Foram realizadas medições de rugosidade superficial (Ra) após tratamento de superfície e de alteração de cor (ΔE) antes e após 12 dias de imersão em solução de café. Uma análise qualitativa da superfície dos espécimes foi feita com microscopia eletrônica de varredura. Os dados foram tratados estatisticamente com os testes ANOVA a 1 fator e Duncan, além do teste t pareado e correlação de Pearson (α=5%). Resultados: a ordem decrescente tanto de rugosidade de superfície (Ra) quanto de ΔE para ambas cerâmicas, foi: KG > E > S > G. Com exceção dos subgrupos PG e CG que não apresentaram diferença estatística significante entre si, todos outros subgrupos da cerâmica prensada apresentaram menores valores de Ra e maiores valores de ΔE do que as cerâmicas de cobertura.Conclusão: O tratamento superficial com glaze é o que produz uma rugosidade superficial que permite menor alteração de cor das cerâmicas, apesar de os sistemas de polimento mecânico oferecerem rugosidade superficial relacionadas a alteração de cor clinicamente aceitáveis. Existe forte correlação entre rugosidade de superfície e alteração de cor das cerâmicas testadas
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8204
Aparece nas coleções:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9718_Dissertação de Mestrado Lucas Campagnaro Maciel20170119-85327.pdf22.85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.