Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8254
Title: ATRIBUTOS FÍSICOS E QUÍMICOS DO SOLO EM ÁREA SOB DIFERENTES USOS NA REGIÃO NORTE DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
metadata.dcterms.creator: PINTO, Flávia Barreto
metadata.dcterms.issued: 28-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
metadata.dcterms.abstract: Diante da demanda crescente quanto à produção agrícola do Brasil torna-se necessária uma compreensão maior e melhor sobre como mantê-la sustentável. O estudo em conjunto dos atributos físicos e químicos do solo permite inferir sobre a qualidade deste recurso natural. Neste sentido, objetivou-se avaliar as alterações de atributos físicos e químicos do solo em áreas com usos distintos em uma propriedade localizada no município de Jaguaré-ES. Os tipos de usos estudados foram: plantio homogêneo de café conilon (Coffea canefora Pierre ex A. Froehner) (Cc); seringueira (Hevea brasiliensis L.) (S); consórcio de seringueira e café conilon (SCc); consórcio de seringueira e coco (Cocos nucifera L.) (SCo); consórcio de seringueira, pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) e cacau (Theobroma cacao L.) (SPCa); e mata (MN). Foram coletadas amostras de solo em cinco parcelas de 6 x 6 m em cada sistema de uso do solo. Os atributos químicos analisados nas profundidades de 0-10, 10-20 e 20-40 cm foram: matéria orgânica do solo (MOS), pH, P, Ca, Mg, Na, K, Al, H + Al, soma de bases (SB), CTC efetiva (t), CTC potencial (T), saturação por bases (V) e saturação por Al (m). Por sua vez, os atributos físicos analisados nas profundidades de 0-10, 10-20 e 20-40 cm foram: textura, densidade de partículas, densidade do solo, macro e microporosidade e estabilidade de agregados. Nas profundidades de 15 e 30 cm condutividade hidráulica e nas de 0-10, 10-20, 20-30 e 30-40 cm a resistência do solo à penetração. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias dos tratamentos, comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Utilizou-se, ainda, o método de agrupamento Tocher, com base na dispersão de Mahalanobis. A área sob MN apresentou menor resistência à penetração, menor densidade do solo e maior macroporosidade quando comparada às outras áreas, provavelmente devido à maiores valores de MOS. As áreas sob Cc e sistema agroflorestal SPCa foram similares quando avaliados os atributos Dp, Ds, Pt, Mip, Map e porcentagem de areia, argila e silte. As coberturas com Cc e MN foram similares quando considerados os atributos químicos e profundidades analisadas. Os manejos adotados na área do Cc obtiveram melhores resultados do que os adotados nos sistemas agroflorestais, nas camadas mais superficiais, melhorando, de maneira mais eficaz, a qualidade dos atributos químicos do solo. O uso agrícola do solo, mesmo em se tratando de culturas perenes, causou alteração nos atributos físicos do solo e degradaram a MOS em relação à sua condição original. Palavras-chave: Degradação do solo, qualidade do solo, café conilon, seringueira, pimenta-do-reino, coco, cacau, culturas perenes.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8254
Appears in Collections:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8173_60- Flavia Barreto Pinto.pdf2.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.