Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8508
Título: Meninas spray : um olhar sobre o processo de criação da grafiteira Kika e o coletivo DasMina
Autor(es): Lima, Mariana de Araújo Reis
Orientador: Cirillo, José
Palavras-chave: Grafite
Arte-contemporânea
Intervenção Urbana
Data do documento: 19-Out-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Está pesquisa pretende refletir a cerca do grafite feminino produzido no Espírito Santo com ênfase na capital Vitória. Dentro desse recorte foram abordadas quatro crews diferentes concentrando os estudos no coletivo DasMina com ênfase na produção da grafiteira Kika. Buscou se compreender a experiência de meninas grafiteiras em seucotidiano e analisar as questões de identidade e suas implicações com suas vidas privadas. As grafiteiras são jovens entre 16 e 25 anos que vivem e trabalho no Estado do Espírito Santo, sua maioria reside na capital Vitória, Estas grafiteiras imprimem nos muros uma prática de construção de identidade, como mulheres conquistando espaço em um território até então predominantemente masculino, é possível perceber o grafite como um elemento de expressão sociocultural cada vez mais presente nas metrópoles. Os dados desta pesquisa constituem-se em fontes orais, através de diálogos semiestruturados que foram utilizados como uma ferramenta que possibilitou a aproximação do pesquisador de forma pouco formal, possibilitando a incursão do pesquisador dentro da cena do grafite no estado de forma mais natural, estabelecendo um laço de confiança entre o pesquisador e o pesquisado. Palavras-chave: Grafite, Arte-contemporânea, Intervenção Urbana.
This research aims to reflect about the graffiti production by girls in the state of Espírito Santo with an emphasis on its capital Vitoria. Within this topic four different crews were addressed focusing the studies on the collective called "DasMinas" realized by the producer of graffiti, Kika. We try to understand in what ways the experience of belonging to a graffiti group may impact their daily lives, their identities and the implications that it may bring to their privacy. These graffiti producers are young women between 16 and 25 years living and working in the state of Espírito Santo mostly in the capital, Vitória. They print on the walls the practice to construct identity as women gaining ground in a territory so far predominantly male. It´s possible to see graffiti as an element of socio-cultural expression increasingly present in the metropolis. This research data are constituted by oral sources through semi-structured dialogues used as tools which enabled the researcher to approach naturally in a less formal manner of the graffiti scene and establishing a relationship of trust between the researcher and the researched.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8508
Aparece nas coleções:PPGA - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9308_Meninas Spray - Mariana Reis.pdf48.9 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.