Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8740
Title: Questão agrária, superexploração e migração temporária : o Vale do Jequitinhonha na dialética do capitalismo dependente
metadata.dc.creator: Souza, Cristiane Luíza Sabino de
Keywords: Dependência;Superexploração;Questão agrária;Vale do Jequitinhonha;Migração temporária
Issue Date: 12-Jul-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Neste trabalho, realizamos o esforço de buscar os elementos que explicitam a dialética do desenvolvimento capitalista a partir da realidade da América Latina, de modo a compreender as particularidades que se manifestam nessa região que, apesar da intensa produção de riquezas, tem a miséria dos seus trabalhadores como realidade constante. Buscamos explicitar, pois, os fundamentos da contradição entre capital e trabalho, e os elementos que particularizam suas manifestações concretas, para compreendermos aspectos singulares das mesmas em uma região específica, o Vale do Jequitinhonha Minas Gerais. Nosso objeto específico de estudo foi a relação entre a migração temporária dos trabalhadores do Vale do Jequitinhonha (MG) e a superexploração de sua força de trabalho no setor sucroalcooleiro na atualidade. Para chegar os elementos centrais à sua compreensão partimos de uma perspectiva crítica, apreendida na tradição marxista. Assim construímos um caminho teórico e metodológico que, ao explicitar a dinâmica do desenvolvimento desigual e combinado do capital e suas particularidades na América Latina, manifestas a partir da dependência estrutural, buscou explicitar as contradições dessa dinâmica e construir as mediações necessárias para compreender as peculiaridades das condições de trabalho e reprodução dos migrantes temporários do Vale do Jequitinhonha. Nos apoiamos num referencial teórico apreendido a partir da Teoria Marxista da Dependência (TMD) e construímos uma estrutura de debate que deu centralidade às categorias dependência, desenvolvimento, subdesenvolvimento e desigualdade, a partir das quais adentramos no debate da questão social, questão agrária e migração temporária. Na busca pela explicitação dos processos histórico-estruturais, inerentes à particularidade do capitalismo dependente brasileiro, que definem a singularidade da questão agrária no Vale do Jequitinhonha, ampliamos a compreensão da questão agrária e sua relação com a superexploração da força de trabalho no capitalismo dependente, o que nos permitiu apontar a centralidade das mesmas para a compreensão das contradições entre capital x trabalho na América Latina.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8740
Appears in Collections:PPGPS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_10077_Cristiane Sabino.pdf1.31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.