Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8767
Title: Judicialização dos conflitos intrafamiliares : considerações do Serviço Social sobre a alienação parental
metadata.dc.creator: Batista, Thaís Tononi
Keywords: Serviço Social;Alienação parental;Projeto ético-político
Issue Date: 29-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Este trabalho teve por objetivo discutir o tema da alienação parental no âmbito de atuação das/os assistentes sociais que atuam em processos das Varas de Família do Poder Judiciário do Espírito Santo. O caminho de pesquisa se delineou através do estudo de elementos como a questão social, a família e as políticas sociais, e ainda categorias como o Estado e o Direito, tratados numa perspectiva de análise apoiadas na teoria crítica dialética. Procuramos recuperar o estudo de tais elementos a fim de estabelecermos uma linha de reflexão em torno do processo de judicialização, ressaltando, no caso em tela, a judicialização das relações intrafamiliares. Recuperamos ainda a perspectiva histórica do desempenho dos papéis de homens e mulheres e seus rebatimentos na construção dos conflitos conjugais que se acirram no contexto de separação e que podem levar ao surgimento de atitudes e comportamentos que acabam por colocar os filhos no centro do conflito conjugal. A alienação parental é tratada numa perspectiva crítica de análise, e, portanto, consideramos o processo de elaboração da referida lei, bem como nos indagamos acerca do papel da/o assistente social voltado para uma perspectiva de enquadramento dos sujeitos envolvidos, o que faz com que se desconsiderem processos sociais mais amplos que perpassam a problemática. A análise de dados coletados junto aos assistentes sociais entrevistados apontou, dentre outras coisas, que a ausência de discussão acerca do tema colabora para um sentimento de incerteza quanto às reais possibilidades de intervenção destes profissionais. A despeito disso, as/os entrevistada/os afirmaram que se empenham em materializar os princípios éticos da profissão contidos no projeto ético-político da categoria, buscando antes de tudo negar toda forma de opressão e discriminação em relação aos sujeitos envolvidos. Entendemos que se faz necessário avançar no debate desse tema aliando-o ao debate do projeto ético-político da profissão, apontando limites e possibilidades da atuação profissional.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8767
Appears in Collections:PPGPS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9896_Thaís Tononi Batista.pdf1.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.