Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8911
Título: O pacote de capabilidades em resiliência e o gerenciamento de riscos resultam na resiliência em cadeias de suprimentos?
Autor(es): Alvarenga, Murilo Zamboni
Orientador: Oliveira, Marcos Paulo Valadares de
Coorientador: Zanquetto Filho, Hélio
Palavras-chave: Resiliência em cadeias de suprimentos
Orientação analítica
Colaboração
Flexibilidade
Data do documento: 20-Abr-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: As atuais cadeias de suprimentos são redes globais complexas que favorecem os eventos interruptores que podem afetar não só uma empresa, mas diversos membros de sua cadeia. Ocorre que algumas cadeias possuem a habilidade de retornar de forma mais célere do que outras ao seu estado normal, ou melhorar após a ocorrência desses eventos, emergindo daí os estudos e a essencialidade do tema “resiliência em cadeias de suprimentos”. Embora alguns modelos tenham sido desenvolvidos para explicá-la, o presente estudo considera trabalhos anteriores capazes, mas insuficientes, já que ignoram a interdependência entre as capabilidades que resultam em resiliência, ignoram o papel da orientação analítica nesse cenário cada vez mais incerto, bem como adotam dimensões além da recuperação para operacionalizar o construto. Nesse sentido, o principal objetivo deste estudo foi verificar se o desenvolvimento de um pacote de capabilidades em resiliência (colaboração, visibilidade, flexibilidade e orientação analítica) e o gerenciamento de riscos em cadeias de suprimentos resultam na resiliência em cadeias de suprimentos. De forma complementar, buscou-se contribuir com uma melhor compreensão acerca do construto “resiliência em cadeias de suprimentos”, além de verificar o impacto do pacote de capabilidades proposto na gestão de riscos. Para tal, um questionário online foi aplicado a profissionais-chave de indústrias de diferentes portes e setores da Região Sudeste, obtendo-se 143 respostas. Após a coleta, os dados foram analisados por meio da modelagem de equações estruturais no software Smart-PLS. Os resultados apontam que o pacote de capabilidades em resiliência impacta positivamente a resiliência em cadeias de suprimentos; por outro lado, o mesmo não se pode dizer da relação entre gerenciamento de riscos e resiliência. De modo geral, o modelo testado foi capaz de explicar 14,50% da variação na resiliência em cadeias de suprimentos e 31,40% da variação na gestão de riscos em cadeias de suprimentos. Ademais, contribuiu-se para a ampliação da discussão acerca do construto “resiliência em cadeias de suprimentos”.
The current supply chains are global networks that favor the interrupting events that can affect not only a company, but many members of its chain. What happens is that some chains have the ability to go back to normal faster than others, or getting better after these events, making the theme and the studies about “resilience in the supply chain” crucial. Even though some models have been developed to explain it, the presented study considers previous works capable but insufficient, once they ignore the correlation among capabilities that result in resilience, they ignore the role of analyticial orientation in this uncertain scenario as well as adopt dimensions beyond the recovery to operationalize the construct. Therefore, the main goal of this study was to verify if the development of a package of capabilities in resilience (cooperation, visibility, flexibility and analytical orientation) and the management of risks in supply chains result in the resilience of supply chains. In addition to that, it was aimed to contribute with better comprehension over the construct “resilience in supply chains”, besides verifying the impact of the package of capabilities recommended in the management of risks. To do so, an online questionnaire was applied to key-workers from industries of different sizes and fields in the Southeast region of Brazil, obtaining 143 answers. After collected, the data was analyzed through a structural equation modeling in the software Smart-PLS. The results show that the package of supply chaim resilience capabilities positively impacts the resilience in supply chains; on the other hand, the same can’t be said about the relation between risk management and resilience. Overall, the model tested was capable of explaining 14,50% of the variation in supply chain resilience and 31,4% of the variation in the supply chain risk management. Furthermore, it was possible to contribute to the broadening of the discussion regarding the construct “resilience in supply chains”.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8911
Aparece nas coleções:PPGADM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12100_Dissertacao - Murilo Zamboni.pdf1.91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.