Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10085
Title: EXPRESSÃO Jmjd1a, H3k9me1, H3k9me2 e Adm Como Marcadores de Prognóstico e Sobrevida para Carcinoma Epidermóide Oral e Orofaringe
metadata.dc.creator: MAIA, L. L.
Keywords: Câncer de cabeça e pescoço;JMJD1A;H3K9me1;H3K9me2;ADM
Issue Date: 30-May-2018
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MAIA, L. L., EXPRESSÃO Jmjd1a, H3k9me1, H3k9me2 e Adm Como Marcadores de Prognóstico e Sobrevida para Carcinoma Epidermóide Oral e Orofaringe
Abstract: Atualmente muitas vias de sinalização têm sido associadas ao surgimento, progressão e prognóstico do câncer, entre elas a via de reposta à hipóxia associada às alterações epigenéticas. O nível de metilação das histonas H3 no resíduo de lisina 9 (H3K9) têm mostrado controlar o nível de expressão dos genes supressores de tumor. A JMJD1A é uma proteína com função de desmetilar as H3K9 na região promotora de determinados genes. A JMJD1A tem sua atividade regulada pela condição de hipóxia. Um dos genes alvos da JMJD1A é a proteína adrenomedulina (ADM) que tem importante papel na carcinogênese e na progressão de tumores mais agressivos. O nível de metilação das histonas H3, assim como a expressão da JMJD1A e ADM tem sido associado com a progressão e prognóstico de diversos tipos de tumores. No entanto, o papel dessas proteínas no carcinoma de cabeça e pescoço ainda precisa ser elucidado. Sendo assim, o presente estudo teve o propósito de estudar as proteínas H3K9 mono e di-metiladas (H3K9me1 e H3K9me2, respectivamente), JMJD1A e ADM que estão relacionadas à resposta a essa condição biológica. O objetivo do trabalho foi associar a expressão das proteínas supracitadas com características clinicopatológicas e prognósticas de pacientes com câncer oral e de orofaringe. O estudo foi realizado por meio da análise por imuno-histoquímica de lâminas de tissue microarray contendo amostras de 84 pacientes com carcinoma oral e de orofaringe operados no Hospital Heliópolis (São Paulo/SP). A análise foi feita pela avaliação positiva ou negativa da proteína no núcleo e citoplasma, com nível fraco ou forte desta expressão nos casos em que a proteína esteve presente. As proteínas tiveram uma ampla expressão no tecido tumoral, além disso, foi observado relações entre a expressão de uma determinada proteína com a expressão das demais analisadas no estudo. Em relação às características clinicopatológicas e prognósticas foram observadas associações significantes. Observou-se associação da metástase linfonodal com a expressão nuclear da proteína JMJD1A e com a expressão citoplasmática da proteína ADM. Já o estádio do tumor teve associação significativa com a expressão citoplasmática da JMJD1A. Em relação às características prognósticas observou-se a associação do óbito com a expressão citoplasmática da proteína H3K9me1. A respeito da análise de sobrevida, foi observado que a sobrevida doença específica e sobrevida livre de doença tiveram relação significante com a expressão nuclear da proteína H3K9me2. Dessa forma, as proteínas JMJD1A, H3K9me1, H3K9me2 e ADM se mostraram promissoras como marcadores de prognóstico para pacientes com carcinoma de oral e de orofaringe, podendo ser utilizadas no futuro como marcadores preditivos e alvos terapêuticos para o tratamento da doença.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10085
Appears in Collections:PPGBIO - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_12428_Ata 49ª Defesa de Tese - Lucas de Lima Maia.pdf420.07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.