Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10191
Title: Influência do Treinamento Resistido na Expressão Proteica do Trânsito de Cálcio Intracelular Miocárdico de Ratos Obesos
metadata.dc.creator: DAMIANI, A. P. L.
Issue Date: 29-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: DAMIANI, A. P. L., Influência do Treinamento Resistido na Expressão Proteica do Trânsito de Cálcio Intracelular Miocárdico de Ratos Obesos
Abstract: Introdução: A obesidade é considerada uma doença crônica metabólica de origem multifatorial caracterizada pelo acúmulo excessivo de massa adiposa que pode acarretar prejuízos cardíacos. As alterações funcionais são relacionadas com o desequilíbrio homeostático das proteínas envolvidas no trânsito de cálcio intracelular miocárdico, importante mecanismo responsável pela regulação da contratilidade e relaxamento do coração. Na tentativa de minimizar e/ou reverter as alterações cardíacas observadas na condição patológica de obesidade, medidas não farmacológicas como o exercício físico têm sido utilizadas. O treinamento resistido (TR) é reportado pelos benefícios na melhora da composição corporal e da função cardíaca. Todavia, a relação entre a obesidade, TR e trânsito de cálcio miocárdico ainda necessita ser melhor compreendida. Objetivo: Avaliar o efeito do TR na expressão proteica do trânsito de cálcio intracelular miocárdico de ratos obesos, além de analisar os biomarcadores de morbidades associadas à obesidade. Métodos: Ratos Wistar foram induzidos e expostos à condição de obesidade e posteriormente redistribuídos quanto a ausência ou presença de TR: Controle (C, n=10), Obeso (Ob, n=9), Controle submetido ao treinamento resistido (Ctr, n=11) e Obeso submetido ao treinamento resistido (Obtr, n=11). Os grupos controles receberam dieta normolipídica e os grupos obesos dieta hiperlipídica. O protocolo de TR em escada perdurou por 10 semanas e foi constituído por 4 a 5 séries de alta intensidade com frequência de 3 dias semanais. Foi realizada análise do perfil nutricional, pressórico, glicêmico, lipídico, hormonal, determinação do teor de água no tecido cardíaco, pancreático, pulmonar e hepático. Além disso, foram analisados o peso total do coração, ventrículos esquerdo e direito, átrios e suas respectivas relações com o comprimento da tíbia, bem como, a área seccional transversa, colágeno miocárdico e a expressão proteica das proteínas reguladoras do trânsito de cálcio intracelular miocárdico pela técnica de Western Blot. Os dados paramétricos foram expressos em média ± desvio padrão e os não paramétrios em mediana ± intervalo interquartil. As comparações entre os grupos C e Ob foram realizadas por teste t-student. Para as comparações entre os grupos C, Ob, Ctr e Obtr utilizou-se ANOVA duas vias, complementada com teste post hoc de Bonferroni. O nível de significância adotado foi de 5%. Resultados: Os principais achados constituíram as comorbidades frequentemente visualizadas na condição de obesidade, como hipertrigliceridemia e hiperleptinemia. Além disso, no processo de remodelamento cardíaco, apesar da ausência de hipertrofia, a obesidade acarretou aumento do depósito de colágeno miocárdico intracelular e expressão reduzida de pPLBser16 e pPLB/PLB. As reversões a partir do TR foram expressas pela redução do peso e gordura corporal, índice de adiposidade, triglicerídeos e leptina plasmáticos. Conclusão: O TR representa uma ferramenta não farmacológica relevante na melhora da composição corporal e dos biomarcadores da obesidade, expressas pela redução do peso e gordura corporal, índice de adiposidade, e níveis de triglicerídeos e leptina plasmáticos. No entanto, o TR não foi capaz de reverter o prejuízo de pPLBser16 na condição de obesidade. Palavras-chave: Obesidade, Trânsito de Cálcio Miocárdico e Treinamento Resistido.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10191
Appears in Collections:PPGNS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_11525_Dissertação Andressa Damiani (1).pdf1.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.