Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10589
Title: Avaliação da Condição Periodontal e de Saúde Bucal de Pacientes Com Síndrome de Sjögren Primária
metadata.dcterms.creator: ZAMBONI, J. B.
metadata.dcterms.issued: 19-Sep-2018
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
metadata.dcterms.abstract: A Síndrome de Sjögren Primária (SSp) é uma doença inflamatória crônica, autoimune, que provoca redução da secreção das glândulas salivares e lacrimais. A saliva tem papel importante sobre a formação do biofilme, controle da atividade microbiana e formação de cálculo dentário. Entretanto ainda não está confirmado se a SSp exerce influência negativa sobre a condição periodontal dos indivíduos portadores da SSp. O objetivo do presente estudo foi avaliar clinicamente a condição de saúde bucal pacientes com SSp comparados com um grupo controle. A amostra foi composta por 29 pacientes do sexo feminino com SSp (G1) e 30 pacientes controles (G2), pareados por idade, gênero e condição socioeconômica, que foram selecionados a partir de um hospital universitário. Os grupos foram comparados para manifestações bucais, fluxo salivar não estimulado, índice de dentes cariados, perdidos e obturados (CPO-D), índice de placa (IP), índice gengival (IG), sangramento à sondagem (SS), profundidade de sondagem (PS), nível de inserção clínico (NIC) e definição de caso de periodontite estabelecida. Para as variáveis categóricas foi utilizado o teste Qui quadrado ou teste Exato de Fisher e para as variáveis contínuas, o teste t Student para comparação das médias. O G1 apresentou mais casos de xerostomia (p=0,0001), candidíase oral (p=0,042) e língua fissurada (p=0,026), além disso, menor média de fluxo salivar não estimulado (p=0,001) e maior média de cárie dentária (p=0,019). O G2 teve mais casos de língua saburrosa (p=0,009), maiores médias de IP (p=0,047), SS (p=0,026) e PS (p=0,051). Apesar de não ter diferença estatisticamente significante, o G1 apresentou mais casos de periodontite moderada/severa, além disso, apresentou casos de mobilidade dentária (13,8%) e periodontite generalizada (25%), enquanto o G2 não apresentou nenhum caso.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10589
Appears in Collections:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_12519_Dissertação_Jisely Brito Zamboni (1).pdf2.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.