Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11197
Título: EXTRATO PIROLENHOSO NA ALIMENTAÇÃO DE CODORNAS JAPONESAS EM POSTURA
Autor(es): NUNES, T. S.
Orientador: VARGAS JUNIOR, J. G.
Palavras-chave: chave: avicultura
aditivo não nutriente
nutrição animal
Data do documento: 28-Fev-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: NUNES, T. S., EXTRATO PIROLENHOSO NA ALIMENTAÇÃO DE CODORNAS JAPONESAS EM POSTURA
Resumo: Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho produtivo e a qualidade dos ovos de codornas japonesas em postura, em função de diferentes níveis de extrato pirolenhoso (EPL) e de diferentes aditivos não nutrientes. Dois experimentos com duração de 84 dias, foram conduzidos no setor de avicultura da Universidade Federal do Espírito Santo. No primeiro experimento, foram utilizadas 405 codornas japonesas fêmeas, distribuída em delineamento inteiramente ao acaso em 5 tratamentos (0,0; 0,4; 0,8; 1,2 e 1,6% de EPL), 9 repetições e 9 aves por unidade experimental. No segundo experimento, foram utilizadas 486 codornas japonesas fêmeas, distribuída em delineamento inteiramente ao acaso em 6 tratamentos (ração basal, ração basal + antibiótico (enramicina 8% - 125 g/ tonelada), ração basal + probiótico (protexin -50g/tonelada, composição: Lactobacillus plantarium, Lactobacillus bulgaricus, Lactobacillus acidophilus, Lactobacillus rhamnosus, Bifidobacterium bifidum, Streptococcus thermophilus, Enterococcus faecium), ração basal + prebiótico (Yes golf - 2 Kg/ tonelada, composição: 1,3 e 1,6 β glucanos fosforilados MOS mananoligossacarídeos),FOS(frutooligossacarídeo),GOS(galactooligossacarídeos), ração basal + 1,2% de EPL, ração basal + óleos essências (Essentials - 1,5 Kg/tonelada), composição: óleo de caju, óleo de mamona e veículo), 9 repetições e 9 aves por unidade experimental. As características avaliadas foram consumo de ração, taxa de postura, peso médio do ovo, massa dos ovos, conversão alimentar por massa do ovo e por dúzia de ovos, peso relativo e absoluto da gema, do albúmen e da casca, além da unidade Haugh. Pelos resultados obtidos pode se concluir que o nível de extrato pirolenhoso a 0,833% foi suficiente para melhorar o desempenho e características de qualidade de ovos de codornas japonesas. Os aditivos antibiótico, probiótico, prebiótico e óleos essenciais podem ser substituídos por extrato pirolenhoso ao nível de 1,2%.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11197
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12246_Thaís de Souza Nunes.pdf849.46 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.