Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11258
Title: ESTRESSE E BEM-ESTAR NO TRABALHO DE ENFERMEIROS HOSPITALAR: PROPOSTA DE PROMOÇÃO À SAÚDE DO TRABALHADOR
metadata.dcterms.creator: SILVEIRA, E. A.
metadata.dcterms.issued: 2-Apr-2019
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
metadata.dcterms.abstract: Introdução: o estresse é inerente ao trabalho do enfermeiro e sua cronicidade impacta diretamente na saúde no aspecto biopsicossocial, além de inferir negativamente nas organizações e na qualidade da assistência prestada por esse profissional. Por outro lado, promover bem-estar no trabalho favorece melhorais em níveis individual e organizacional. O relaxamento muscular progressivo é uma intervenção de enfermagem que repercute no indivíduo com respostas fisiológicas e comportamentais. Desta forma, a introdução dessa tecnologia nos ambientes laborais destes profissionais é importante e desafiadora, uma vez que, possibilita refletir em melhorias para as instituições e na saúde individual, bem como na assistência prestada ao paciente. Objetivo: avaliar o efeito do uso de um protocolo de relaxamento nos níveis estresse e bem-estar no trabalho de enfermeiros hospitalar. Metodologia: estudo longitudinal, prospectivo, de natureza quantitativa, que acompanhou, durante oito semanas consecutivas, 16 enfermeiros de uma instituição hospitalar que se autorreferiram estressados no trabalho. O protocolo foi constituído de oito sessões de relaxamento muscular progressivo. Para a coleta de dados, utilizou-se de questionário estruturado contendo variáveis sociodemográficas e profissionais; Escala de Estresse no Trabalho (EET); Escala de Bem-Estar no Trabalho (EBET), na sua entrada no protocolo e após a sua finalização. Para análise dos dados, utilizou-se os testes Shapiro-Wilk, Wilcoxon, Sperman e Mann-Whitney com nível de significância de 5%, pelo pacote Estatístico para Ciências Sociais - SPSS (versão 19.0). Resultados: observou-se redução das médias de estresse (60/55 p=0,166) e aumento das médias fatores de bem-estar no trabalho relacionadas ao afeto positivo, afeto negativo e realização (3.22/3,42 p=0,073; 2,07/2,29 p=0,094 e 3,71/3,92 p=0,060), respectivamente. Produto: elaborou-se um protocolo assistencial para promoção de saúde do trabalhador com uso do relaxamento muscular progressivo e um instrumento para avaliação de programa de promoção de saúde do trabalhador. Conclusão: o uso de protocolo de relaxamento muscular progressivo proporcionou redução da média de estresse e promoveu bem-estar no trabalho. Além disso, é uma técnica simples, de baixo custo, autoaplicável e exequível no ambiente de trabalho, que demanda pouco tempo do trabalhador para sua execução e impacta de forma significativa no desenvolvimento de suas atividades laborais.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11258
Appears in Collections:PPGENF - Dissertações de mestrado profissional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_13393_DISSERTAÇÃO ELISEU MAIO-mesclado.pdf668.12 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.