Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1204
Title: As formas simbólicas espaciais e a dinâmica da centralidade em Vitória : um esforço de análise
metadata.dc.creator: Zippinotti, Daniel Pitzer
Issue Date: 2014
Abstract: O presente trabalho aborda, sob a perspectiva da geografia cultural renovada, a temática das formas simbólicas no espaço urbano, tento como problematização o estudo de caso das formas simbólicas espaciais mais representativas da centralidade na Área Central de Vitória (ES). O interesse sobre o tema está associado o quadro relativamente recente no qual a Área Central de Vitória, sobretudo nas últimas duas décadas do século XX, passa a sofrer com um intenso processo de descentralização apresentando como alguns efeitos dessa dinâmica não só aparecimento de núcleos secundários de comércio e serviços afastados da Área Central, quanto também exerce um papel fundamental no que se ficou consagrado como “crise da área central”. Entretanto, se o quadro acima descrito é muito recente, por outro lado, durante o amplo período da produção do espaço urbano da capital capixaba em que a organização interna da cidade foi tributária, fundamentalmente, do processo de centralização, o Centro de Vitória foi o lócus privilegiado de materialização de formas simbólicas espaciais tipicamente associadas à centralidade intra-urbana tais como edificações que são símbolos dos poderes político, jurídico e econômico; igrejas; os monumentos, dentre outras formas simbólicas espaciais. Deste modo, a dissertação pretende investigar o advento da descentralização sobre as formas simbólicas espaciais tipicamente associadas à Área Central da capital capixaba, questionando em que medida essas formas permanecem enquanto signos de resistência simbólica a importância da área, bem como a natureza da eventual requalificação de significado ao qual foram, eventualmente, submetidas.
The present labour approaches, on the renewed cultural geography perspective's, the tematic of symbolic forms on the urban space, having as problematization the case study from the most representatives spatials symbolic forms of the centrality in the Central Area of Vitória (ES) The interest about the theme is associated to the relatively recent scenario in which the Central Area of Vitória, mainly in the two last decades from the XX century, starts suffering with an intense process of descentralization presenting as some effects of this dinamic not only the appearing of secundary nucleus of comercy and services far from the Central Area, but also exerts a elementary character in a phenomenon recognized as 'the central area crises'. However, if the scenario described above is too much recent, in opposite, durante the long period of urban space production of the capital capixaba in which the intern organization of the city was tributary, fundamentally, in the centralization process, the Vitória's downtown was the privileged locus of the materialization of the symbolic spatial forms tipically associated with inner urban centrality as buildings that are symbols from politic, legal and economic power, churches, the monuments, between another spatial symbolic forms. In this way, the dissertation pretends to investigate the advent of the descrentralization upon the spatial symbolic forms tipically associated to the Central Area of the capital capixaba, questioning in which measure these forms remained while signs of symbolic resistance to the meaning of the area, as also the nature of the casual requalifications of meanings to what they were eventually submitted.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1204
Appears in Collections:PPGGEO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Daniel Pitzer Zippinotti.pdf11.19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons