Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1215
Title: As relações produzidas no cotidiano da gestão na estratégia saúde da família num dos municípios da região metropolitana da grande vitória: os discursos dos gestores
metadata.dc.creator: Sulti, Amanda Del Caro
Issue Date: 2014
Abstract: Este trabalho aborda aspectos referente à produção do processo de trabalho no cotidiano da gestão da Estratégia Saúde da Família (ESF) em um município do Espírito Santo, a partir dos discursos dos próprios gestores envolvidos no processo. Valoriza a discussão sobre a produção das relações institucionais neste contexto, assim como questões que dizem respeito ao processo de trabalho no dia a dia deste serviço. O percurso metodológico foi orientado pela abordagem qualitativa, sendo utilizado como instrumento metodológico para a coleta de dados a observação direta de uma equipe de ESF, a construção de um diário de campo e entrevistas individuais semiestruturadas aos gestores (secretário municipal de saúde, coordenador da atenção básica, integrante do núcleo da ESF e coordenador de unidade de saúde da família) da ESF desse município. A partir do trabalho de campo e da análise do material produzido, pode-se apreender um cotidiano marcado pelas subjetividades próprias de cada profissional, um cotidiano construído a partir das relações produzidas em cada espaço de atuação dos gestores com os profissionais de saúde e com os usuários. De maneira geral, os discursos dos gestores evidenciam um dia a dia complexo de operar. Além disso, observa-se as que as atividades voltadas para as tomadas de decisão são centradas no papel do gestor formal da instituição de saúde. O organograma da secretaria de saúde do município reforça a hierarquização das relações, principalmente as que se referem às tomadas de decisão, de forma que, pode-se observar que é um dia a dia marcado por tensões, conflitos e controle. As relações produzidas são baseadas em relações de poder, perpetuando características de uma gestão clássica, apesar da concepção e da tentativa de realizar uma gestão pautada na cogestão.
This paper discusses aspects related to the production of the work process in the daily management of the Family Health Strategy (FHS) in a county of the Espírito Santo, from the speeches of the managers themselves involved in the process. This study also enhances the discussion of the production of the institutional relationships in this context. In this context, are also addressed issues that relate to the work process on the day of this service. The methodological approach was guided by the qualitative approach. Thus, it was used as a methodological tool for data collection a direct observation of a team work of FHS, a construction of a field journal and also individual semistructured interviews with managers (health commissioner, basic health care coordinator, a FHS core member and the family health center coordinator) of FHS that municipality. From the fieldwork and analysis of the material that was produced, we can learn a routine marked by own subjectivities of each professional, a routine that is built from the relationships produced in each activity scenario between managers and health professionals and between managers and users. In general, the speeches of the managers show a complex day-to-day operation. Moreover, it is observed that the activities for decision making are focusing on the role of formal health institution manager. The organization chart of the county health department reinforces the hierarchy of relationships, especially those relating to decision making, so that it can be observed that it is a day-to-day marked by tensions, conflicts and control. The relations produced are based on power relations, perpetuating characteristics of a classic management, despite the designing and the attempting to perform a management based on co-management.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1215
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao.Amanda Del Caro.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons