Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1234
Title: Efeitos dos ácidos húmicos provenientes de aterro sanitário em plantas
metadata.dc.creator: Morozesk, Mariana
Issue Date: 2014
Abstract: O processo de tratamento biológico dos lixiviados de aterros sanitários resulta na geração de grandes quantidades de lodo, caracterizados por conterem altas taxas de matéria orgânica. Por meio do fracionamento químico da matéria orgânica são obtidos os ácidos húmicos (AH), fração de comprovada eficiência sobre o crescimento vegetal, promovendo melhorias no desenvolvimento das plantas. Este trabalho teve como objetivo caracterizar quimicamente os AH extraídos do lodo de lixiviado de aterro sanitário e avaliar os efeitos da aplicação de diferentes doses dos AH por meio de análises biológicas em plantas, visando minimizar os potenciais riscos da utilização do lodo in natura. Por meio de caracterizações químicas, o ácido húmico apresentou elevados teores de carbono e nitrogênio, podendo constituir uma importante fonte de nutrientes para as plantas. Além disso, foram observadas alterações nas taxas de absorção, na bioconcentração e na translocação de alguns nutrientes. Com relação à análise das enzimas antioxidantes, foi possível observar aumento na atividade de algumas enzimas com a aplicação de diferentes doses de AH. Além disto, foram constatadas alterações citogenéticas por meio da análise de células meristemáticas e F1 de Allium cepa. Influências sobre o crescimento da planta também são reportadas, por meio de aumentos expressivos na área radicular e na altura de Zea mays. Em geral, os dados de crescimento revelaram um maior investimento da planta na parte aérea, provavelmente associado com a melhor eficiência do sistema radicular. Além disso, também foram reportadas alterações na espessura da epiderme. Neste contexto, apesar dos benefícios nutricionais e da comprovada atuação dos AH sobre o metabolismo vegetal, os seus efeitos biológicos sobre enzimas do estresse oxidativo e a sua capacidade citotóxica precisam ser melhor investigados. Devido à complexidade do resíduo, a utilização de análises químicas, genéticas, enzimáticas, fisiológicas e anatômicas foi uma importante ferramenta para a avaliação da possível aplicação dos ácidos húmicos em plantas.
The process of biological treatment of landfills leachate results in the generation of large amounts of sludge, characterized by containing high levels of organic matter. The chemical fractionation of organic matter results in humic acids (HA) that has been demonstrated with high efficiency on the plant growth promoting improvements on development. This work aimed to evaluate the effects of exposure of plants to different doses of HA extracted from sludge landfill by chemical and biological analysis, to elucidate the effects of this organic material and minimize the potential risks of using sludge in natura. Chemical characterization of HA showed high carbon and nitrogen levels, which can consist in an important source of nutrients for plants. Furthermore, effects were observed in the absorption rates and in factors of bioconcentration and translocation of some nutrients. Regarding the analysis of antioxidant, enzymes were possible to observe different effects of HA with the each dose applied. Furthermore, cytogenetic abnormalities were detected in meristematic cells and F1. Actions on plant growth are also reported through significant increases in root area and height. In general, growth data showed an investment in the plant shoot, probably associated with the improved efficiency of the root system. Moreover, alterations on thickness of the epidermis were also reported. In this context, despite the evidenced nutritional benefits and the activity of HA on plant metabolism, their biological effects on oxidative stress enzymes and its cytotoxic capacity need to be clarified. Due to the complexity of the compound, the use of chemical, genetic, enzymatic, physiological and anatomical analyzes was an important tool in evaluating the application of humic acids in plants.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1234
Appears in Collections:PPGBV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Mariana Morozesk.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons