Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1240
Title: A representação social de prática profissional para psicólogos clínicos da Grande Vitória/ES
metadata.dc.creator: Mendes, Flávio Martins de Souza
Issue Date: 2014
Abstract: Ao longo dos últimos trinta anos, os profissionais da Psicologia têm buscado conhecer suas práticas profissionais. Tem-se feito estudos e discussões referentes aos paradigmas que sustentam a profissão, às práticas e crenças sobre o psicólogo e sua prática. Dentre eles, percebe-se a relevância e a importância da psicologia clínica, entretanto, poucos são os estudos realizados com os profissionais inseridos nessa área. A pesquisa teve por objetivo investigar e analisar a representação social de prática profissional para psicólogos clínicos da Grande Vitória/ES. Foi utilizada a Análise Dimensional e Dinâmica das Representações Sociais (Teoria das Representações Sociais) para investigar as noções que compõem a prática. Foram entrevistados 18 psicólogos clínicos atuantes em consultório. Utilizou-se o software ALCESTE na análise. Trabalhou-se com os elementos das classes identificadas pelo Alceste para compor as dimensões da representação social. Constatou-se que os entrevistados construíram informações sobre a psicologia clínica e sua prática antes da entrada no curso ou cedo na formação. As teorias utilizadas na clínica são aspectos importantes nessa aproximação. As atitudes frente à prática são extremamente favoráveis, sendo desfavoráveis quando comparadas às crenças da população ou às práticas médicas, tocando em aspectos identitários. Quanto ao campo, reconheceu-se uma imagem dividida em duas: 1) Imagem das atribuições e da prática clássicas do psicólogo clínico; 2) Imagem dos problemas, das mudanças e das dificuldades. Foi possível identificar a representação social de prática profissional para os psicólogos clínicos, levantando questões importantes para a área da psicologia clínica e para a teoria das representações sociais.
Over the last thirty years, the professionals of psychology have sought to meet their professional practices. It has done studies and discussions regarding paradigms that underpin the profession, practices and beliefs about the psychologist and practice. Among them, we see the relevance and importance of clinical psychology, however, few studies have been conducted with professionals involved in this area. The research aimed to investigate and analyze the social representation of practice for clinical psychologists in Grande Vitória/ES. Dimensional Analysis and Dynamics of Social Representations (Theory of Social Representations) was used to investigate the concepts that make up the practice. Eighteen active clinical psychologists in office were interviewed. We used the software ALCESTE analysis. We worked with the elements of the classes identified by Alceste to compose the dimensions of social representation. It was found that respondents constructed information about clinical psychology and practice before entering the course or early in training. The theories used in the clinic are important aspects of this approach. Attitudes towards practice are extremely favorable, and unfavorable when compared to the beliefs of the population or the medical practice, touching in identity aspects. As for the field, we recognized a split image into two: 1) Picture of the atributions and practices of classical clinical psychologist; 2) Picture of problems, changes and difficulties. It was possible to identify the social representation of practice for clinical psychologists, raising important for the field of clinical psychology and the theory of social representations issues.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1240
Appears in Collections:PPGP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao.Flávio Martins de Souza.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons