Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1267
Title: Síntese, aplicação e avaliação da toxicidade aguda de complexo orgânico à base de európio proposto como marcador fotoluminescente para a Identificação de resíduos de tiro
metadata.dc.creator: Destefani, Caline Airão
Issue Date: 2014
Abstract: Um complexo de alta fotoluminescência é proposto como marcador óptico para a identificação de resíduos de tiro (GSR). O marcador é o complexo [Eu(PIC)3(NMK)3], de fórmula molecular Eu(C6H2N3O7)3.(C7H13NO)3, que apresenta o íon Eu3+ e os ligantes ácido pícrico (PIC) e n-metil-Ɛ-caprolactama (NMK). Foi realizada a caracterização quimicamente através de espectroscopia de emissão, espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), termogravimetria e análise térmica diferencial (TG/DTA), e espectrometria de massas com ionização por eletrospray e ressonância ciclotrônica de íons por transformada de Fourier (ESI-FT-ICR MS), e, em seguida, foram adicionadas diferentes massas do complexo a munições convencionais (de 2 a 50 mg por cartucho). Após os tiros, o GSR marcado foi visualmente e quimicamente detectado por irradiação UV (ʎ = 395 nm) e ESI-FT-ICR MS, respectivamente. Os resultados mostraram uma fotoluminescência eficiente e duradoura, sendo facilmente visível sobre a superfície do alvo, no ambiente, no cartucho deflagrado, na arma de fogo, e sobre as mãos e braços do atirador quando utilizada massa a partir de 25 mg do marcador em cartuchos .38 e 50 mg em cartuchos .40. Sua toxicidade aguda também foi avaliada empregando-se o Protocolo 423 da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD) e apresentou DL50 de 1000 mg.kg-1, sendo classificado como de categoria 4 na escala do Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos (GHS), considerado, portanto, de média toxicidade. O composto mostrou ser menos tóxico do que os componentes inorgânicos de munições convencionais (em especial o Pb), justificando o seu emprego como marcador de GSR.
A complex of high photoluminescence is proposed as optical marker for the gunshot residues (GSR) indentification. The marker is the complex [Eu(PIC)3(NMK)3], of molecular formula Eu(C6H2N3O7)3.(C7H13NO)3, which has the Eu3+ ion and the ligands picric acid (PIC) and n-methyl caprolactam (NMK). It was performed to chemical characterization by emission spectroscopy, Fourier transform infrared spectroscopy (FTIR), thermogravimetric and differential thermal analysis (TG/DTA), and electrospray ionization Fourier transform ion cyclotron resonance mass spectrometry (ESI-FT-ICR MS), and, then, were added to conventional munitions different masses of complex (from 2 to 50 mg by cartridge). After the shots, the marked GSR was visually and chemically detected by UV irradiation (ʎ = 395 nm) and ESI-FT-ICR MS, respectively. The results showed an efficient and lasting photoluminescence, being easily visible on the surface of the target, in the environment, in the cartridge triggered, on the firearm, and on the hands and arms of the shooter when used mass from 25 mg marker in .38 cartridges and 50 mg in .40 cartridges. Its acute toxicity was also evaluated using the Protocol 423 of the Organisation for Economic Co-operation and Development (OECD) and presented LD50 of 1000 mg.kg-1, being classified as a category 4 on the scale of the Globally Harmonized System of Classification and Labelling of Chemicals (GHS), therefore considered of medium toxicity. The compound was shown to be less toxic than the inorganic components of conventional ammunition (especially Pb), justifying its use as GSR marker.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1267
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CALINE DESTEFANI.pdf5.54 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons