Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1273
Title: Padrões espaço-temporais da mortalidade por câncer de mama em mulheres no Estado do Espírito Santo - um estudo ecológico
metadata.dc.creator: Felix, Janaina Daumas
Issue Date: 2011
Abstract: O câncer de mama é a principal neoplasia maligna que acomete o sexo feminino no Brasil. O câncer de mama é hoje uma doença de extrema importância para a saúde pública nacional, motivando ampla discussão em torno das medidas que promova o seu diagnóstico precoce, a redução em sua morbidade e mortalidade. A presente pesquisa possui três objetivos, cujos resultados encontram-se organizados em artigos. O primeiro objetivo buscou analisar a completude dos dados do Sistema de Informação de Mortalidade sobre os óbitos por câncer de mama em mulheres no Espírito Santo, Sudeste e Brasil (1998 a 2007). Realizou-se um estudo descritivo analítico baseado em dados secundários, onde foi analisado o número absoluto e percentual de não preenchimento das variáveis nas declarações de óbitos. Adotou-se escore para avaliar os graus de não completude. Os resultados para as variáveis sexo e idade foram excelentes tanto para o Espírito Santo, Sudeste e Brasil. O preenchimento das variáveis raça/cor, grau de escolaridade e estado civil apresentam problemas no Espírito Santo. Enquanto no Sudeste e Brasil as variáveis raça/cor e escolaridade têm tendência decrescente para a não completude, no Espírito Santo a tendência se mantém estável. Para a variável estado civil, a não completude tem tendência crescente no Estado do Espírito Santo. O segundo objetivo foi analisar a evolução das taxas de mortalidade por câncer de mama, em mulheres no Espírito Santo no período de 1980 a 2007. Estudo de série temporal, cujos dados sobre óbitos foram obtidos do Sistema de Informação de Mortalidade e as estimativas populacionais segundo idade e anos-calendário, do Instituto Brasileiro Geografia e Estatística. Os coeficientes específicos 9 de mortalidade, segundo faixa etária, foram calculados anualmente. A análise de tendência foi realizada por meio da padronização das taxas de mortalidade pelo método direto, em que a população do senso IBGE-2000, foi considerada padrão. No período de estudo, ocorreram 2.736 óbitos por câncer de mama. O coeficiente de mortalidade neste período variou de 3,41 a 10,99 por 100.000 mulheres. Os resultados indicam que há tendência de mortalidade por câncer de mama ao longo da série (p=0,001 com crescimento de 75,42%). Todas as faixas etárias a partir de 30 anos apresentaram tendência de crescimento da mortalidade estatisticamente significante (p=0,001). Os percentuais de crescimento foram aumentando, segundo as idades mais avançadas, sendo 48,4% na faixa de 40 a 49 anos, chegando a 92,3%, na faixa de 80 anos e mais. O terceiro objetivo foi realizar a análise espacial dos óbitos em mulheres por câncer de mama no estado do Espírito Santo, nos anos de 2003 a 2007, com análise das correlações espaciais dessa mortalidade e componentes do município. O cenário foi o Estado do Espírito Santo, composto por 78 municípios. Para análise dos dados, utilizou-se a abordagem bayesiana (métodos EBest Global e EBest Local) para correção de taxas epidemiológicas. Calculou-se o índice I de Moran, para dependência espacial em nível global e a estatística Moran Local. As maiores taxas estão concentradas em 19 municípios pertencentes às Microrregiões: Metropolitana (Fundão, Vitória, Vila Velha, Viana, Cariacica e Guarapari), Metrópole Expandida Sul (Anchieta, Alfredo Chaves), Pólo Cachoeiro (Vargem Alta, Rio Novo do Sul, Mimoso do Sul, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Jerônimo Monteiro, Bom Jesus do Norte, Apiacá e Muqui) e Caparaó (Alegre e São José do Calçado). Os resultados da Estimação Bayesiana (Índice de Moran) dos óbitos por câncer de mama em mulheres ocorridos no estado do Espírito Santo, segundo os dados brutos e 10 ajustados indicam a existência de correlação espacial significativa para o mapa Local (I = 0,573; p = 0,001) e Global (I = 0,118; p = 0,039). Os dados brutos não apresentam correlação espacial (I = 0,075; p = 0,142).
Breast cancer is the leading cancer affecting females in Brazil. Breast cancer is now a disease of extreme importance for the national public health, encouraging a broad discussion of the measures to promote its early diagnosis, a reduction in morbidity and mortality. This research has three goals and the results are organized into articles. The first objective was to examine the completeness of the data from the Mortality Information on deaths from breast cancer in women in Espirito Santo, the southeast and Brazil (1998 a 2007). This was a descriptive analytic study based on secondary data, where we analyzed the absolute number and percentage of non-compliance of the variables on death certificates. Score was adopted to evaluate the degree of non-completion. The results for sex and age were excellent equally for Espirito Santo, the Southeast and Brazil. The filling of the variables race, education level and marital status presented problems in Espirito Santo. While in the Southeast and Brazil the variables race or education have a decreasing trend for non-fulfillment, inEspirito Santo the trend is stable. For the variable marital status, the no fulfillment has a growing trend in the state of Espirito Santo. The second objective was to analyze the evolution of mortality rates from breast cancer in women in Espirito Santo during the period 1980 to 2007. Study temporal series, whose data on deaths were obtained from the Mortality Information System, and population estimates by age and calendar years, from the Brazilian Institute of Geography and Statistics. The specific mortality rates, by age group were calculated annually. A trend analysis was performed by using standardized mortality rates by the direct method, where the 12 population's sense IBGE-2000, was considered standard. During the study period, there were 2,736 deaths from breast cancer. The mortality rate for this period ranged from 3.41 to 10.99 per 100,000 women. The results indicate that there is a trend in mortality from breast cancer over the serie. (p=0,001 with growing of 75,42%). All ages from 30 years showed a increased trend from mortality was statistically significant (p=0,001). The percentages of growth were increasing, according to the older age groups, with 48.4% aged 40 to 49 years, reaching to 92.3%, range 80 years and over. The third objective was to conduct spatial analysis of deaths in women from breast cancer in Espirito Santo, during the years 2003 to 2007, with analysis of the spatial correlations of mortality and components of the municipality. The scenario was the state of Espirito Santo, composed of 78 municipalities. For data analysis, we used the Bayesian approach (methods Ebest Global and Local Ebest) for correction of epidemiological rates. We calculated the Moran I index for spatial dependence in the global level and the local Moran statistic. The highest rates are concentrated in 19 cities from the Microregions: Metropolitan (Fundão, Vitória, Vila Velha, Viana, and Cariacica Guarapari), Expanded Southern Metropolis(Anchieta, Alfredo Chaves), Pólo Cachoeiro (Vargem Alta, Rio Novo do Sul, Mimoso do Sul, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Jerônimo Monteiro, Bom Jesus do Norte, Apiacá e Muqui) e Caparaó (Alegre e São José do Calçado). The results of Bayesian estimation (the Moran index) of deaths from breast cancer in women occurred in the state of Espirito Santo, according to the raw and adjusted data indicated the existence of significant spatial correlation for the location map (I = 0.573, p = 0.001 ) and Global (I = 0.118, p = 0.039). The raw data do not show spatial correlation (R = 0.075, p = 0.142).
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1273
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao.Janaina Daumas Felix.pdfDissertação de Janaína Daumas Felix1.2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons