Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1310
Title: Análise da eficiência técnica dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia
metadata.dc.creator: Furtado, Lorena Lucena
Issue Date: 4-Mar-2015
Abstract: Este trabalho tem por objetivo identificar a eficiência técnica e as mudanças quanto à produtividade dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IF) no período de 2012 e 2013, perfazendo uma amostra formada por 19 unidades. Paralelamente a isso, procedeu-se a uma análise sobre a expansão da Rede Federal e os gastos correntes por aluno envolvido no processo de interiorização do ensino profissional e tecnológico. Como vertente teórica, discutiu-se a teoria do capital humano (SCHULTZ, 1960, 1961, 1962; BECKER, 1960; MINCER, 1958) junto às formas de investimentos em educação no Brasil e a sua política de prestação de contas. Para operacionalizar a pesquisa, verificou-se a eficiência técnica por meio da metodologia Análise Envoltória de Dados (DEA) utilizando os indicadores elaborados pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC) instituídos pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e apresentados anualmente no Relatório de Prestação de Contas Anual. O resultado referente à eficiência demonstra que apenas 31% dos institutos federais analisados atingiram o escore de eficiência em 2012 e também em 2013. Porém, quando analisada a produtividade através do tempo com o Índice de Malmquist, é possível notar que 63% dos institutos federais estão se deslocando para a fronteira de eficiência demonstrando aumento do produto educação dentro das unidades. Adicionalmente, com o teste de diferença de médias (teste t), ocorreram evidências de que os institutos federais considerados eficientes apresentaram melhores resultados médios de concluintes e menores gastos correntes por aluno matriculado indicando que a obtenção do resultado pode não estar condicionada a maiores dispêndios financeiros.
This study aims to identify the technical efficiency and productivity change as the Federal Education, Science and Technology (IF), covering the period 2012 to 2013 total sample consists of 19 units. Parallel to this, we performed an analysis of the expansion of the Federal Networking and current spending by students involved in the internalization of professional and technological education process. As a theoretical aspect, discussed the human capital theory (SCHULTZ, 1960, 1961, 1962; BECKER, 1960; MINCER, 1958), with the forms of investment in education in Brazil and its political accountability. To operationalize the research verified the technical efficiency through the methodology of data envelopment analysis (DEA) using indicators developed by the Secretary for Vocational and Technical Education (SETEC) established by the Court of Accounts (TCU) and presented annually in the Report provision of Annual Accounts. The results relative efficiency demonstrates that only 31% of the Federal Institutes analyzed the efficiency score attained in the year 2012 and also in 2013. However, when analyzed productivity through time with the Malmquist Index, you can see that 63% of the Federal Institutes are moving along to the efficiency frontier showing increasing product education within the units. Additionally, with the mean comparison test (z test), evidence that the Federal Institutes considered effective exhibited better average scores of graduates and lower expenses for current students enrolled indicating that the result set can not be conditioned to higher expenditures were found financial.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1310
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Lorena Lucena Furtado.pdfTexto completo9.97 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons