Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1322
Title: Educação em direito na formação para cidadania : um estudo exploratório de concepções de estudantes do terceiro ano do ensino médio sobre direitos e obrigações essenciais ao exercício da vida civil
metadata.dc.creator: Gimenes, Claudia Cristina
Issue Date: 6-Mar-2015
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo principal investigar concepções que estudantes do terceiro ano do ensino médio possuem sobre direitos e obrigações essenciais ao exercício da cidadania. Para tanto, foi elaborado um questionário composto de 20 questões fechadas e 9 questões abertas na forma de estudo de caso abordando alguns direitos e obrigações essenciais ao exercício pleno da vida civil. O instrumento foi submetido a 136 estudantes, entre 16 e 18 anos, de ambos os sexos, regularmente matriculados no terceiro ano de três escolas públicas de Ensino Médio. Os resultados apontam que, de modo geral, as concepções dos estudantes sobre legislação estão mais próximas das disposições legislativas naqueles direitos que permeiam sua realidade prática e, vai se distanciando à medida que os direitos propostos estavam distantes de sua realidade, de modo que, aparentemente, o conhecimento que os mesmos possuem acerca dos direitos repousam mais no senso comum que no aprendizado escolar. As conclusões apontam a necessidade de estratégias pedagógicas para inserção de noções de Direito para os estudantes do Ensino Médio, principalmente transversalmente aos conteúdos concernentes às disciplinas da área das Ciências Humanas. Com base nessas conclusões, foi elaborada uma proposta com sugestões de diretrizes para implementação da Educação em Direito no contexto das disciplinas de História, Geografia, Sociologia e Filosofia, à partir de um entrelaçamento entre os conteúdos presentes no Currículo Básico da Escola Estadual do Espírito Santo e dispositivos legislativos que pudessem dialogar com as temáticas, em busca de estabelecer uma proposta mínima que pudesse, sem prejuízo do desenvolvimento dos conteúdos, servir como instrumento para promoção da Educação em Direito, contribuindo, assim, na formação para a Cidadania.
This study aimed to investigate conceptions that students of the third year of high school have on basic rights and the exercise of citizenship obligations. For this purpose, a questionnaire consisting of 20 closed questions and 9 open questions in the form of case study addressing some essential rights and the full exercise of civil life obligations was prepared. The instrument was subjected to 136 students between 16 and 18 years, of both sexes, enrolled in the third year of three public high schools. The results show that, in general, the views of students about legislation are closer to those rights laws that permeate your reality and practice, will distancing as the proposed rights were distant from their reality, so that apparently the knowledge that they have about the rights rests more on common sense than academic achievement. The findings highlight the need for teaching strategies for inclusion of notions of law for high school students, especially across the content area subjects pertaining to the humanities. Based on these findings, we created a proposal with suggestions of guidelines for implementation of the Education Law in the context of the disciplines of history, geography, sociology and philosophy, starting from an interweaving between the content in the Basic Curriculum State School of the Holy Spirit and legislative arrangements that could engage with the themes, seeking to establish a minimum bid that could, without prejudice to the content development, serve as a tool for promotion of education in law, thus contributing to the formation Citizenship.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1322
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Claudia Gimenes.pdfTexto completo8.14 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons