Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1345
Title: Concepções de alfabetização, leitura e escrita que ancoram o Projeto Trilhas
metadata.dc.creator: Ferreira, Luiz Costa
Issue Date: Aug-2014
Abstract: Este trabalho tem como objeto de estudo os impressos do Projeto Trilhas, material pedagógico produzido em parceria entre o Instituto Natura, a Comunidade Educativa CEDAC e o Ministério da Educação. Trata-se de uma análise documental com as quais se procurou envolver as noções de enunciado, texto, gênero e suporte que possibilitaram fundamentar a proposta metodológica, pautada pelo diálogo, que teve como escopo problematizar como esse conjunto de materiais pode contribuir no processo do ensino e da aprendizagem das crianças matriculadas nas turmas do primeiro ano do Ensino Fundamental, com foco na análise das concepções de alfabetização, leitura e escrita, engendradas nos materiais. Para isso, o referencial teórico que balizou as reflexões se fundamentou nas contribuições da perspectiva bakhtiniana de linguagem e lançou ancoragens no conceito de alfabetização proposto criticamente por Gontijo (2008). As análises se constituíram como uma arena, isto é, um palco de alteridade. Logo, buscaram compreender como o conceito e as concepções se materializaram nas atividades produzidas pelos sujeitos-autores e problematizaram como os impressos do Projeto Trilhas podem contribuir para a melhoria do ensino e da aprendizagem das crianças matriculadas no primeiro ano do Ensino Fundamental. Com as análises, sustenta-se que o conceito que solidifica a constituição dos impressos deste projeto se aproxima das contribuições de Ferreiro e Teberosky (1999), isto é, a alfabetização é o processo pelo qual as crianças assimilam o código escrito e compreende os usos que são dados a ele nas culturas do escrito. A leitura se configurou como decodificação dos signos linguísticos e compreensão de significados, e a escrita como codificação.
This work has as its object of study the printed Projeto Trilhas, educational material produced in partnership between the Instituto Natura, the Comunidade Educativa CEDAC and the Ministry of Education. It is a documentary analysis which sought to involve the notions of statement, text, gender and support that allowed substantiate the methodological proposal, guided by the dialog, which was as scope problematize as this set of materials can contribute to the process of teaching and learning of children enrolled in classes for the first year of Elementary School, with a focus on the analysis of the conceptions of literacy, reading and writing, engendered in materials. For this reason, the theoretical framework that has mapped out the reflections based on contributions from the perspective Assuming Bakhtin language and launched anchorages in the concept of literacy proposed critically by Gontijo (2008). The analyzes have been constituted as an arena, that is, a stage of alterity. As soon as they sought to understand the concept and the ideas materialize in activities produced by subject-authors and posed problems as the printed output from the Projeto Trilhas can contribute to the improvement of the teaching and learning of children enrolled in the first year of Elementary School. With the analyzes, it is maintained that the concept that solidifies the constitution of printed this project nears the contributions of Ferreiro and Teberosky (1999), that is, literacy is the process by which children acquire the written code and understands the uses that are data in the cultures of writing. The reading is configured as decoding the linguistic signs and understanding of meanings, and writing as coding.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1345
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUIZ COSTA FERREIRA.pdf3.23 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons