Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1358
Title: Hedge accounting no mercado acionário brasileiro : efeitos na qualidade da informação contábil e disclosure
metadata.dc.creator: Potin, Silas Adolfo
Keywords: Hedge accounting;Relevância;Informatividade;Disclosure;Assimetria de informação.
Issue Date: 16-Dec-2014
Abstract: Este trabalho investiga, no mercado acionário brasileiro, o efeito da contabilidade de hedge na qualidade das informações contábeis divulgadas, no disclosure dos instrumentos financeiros derivativos e na assimetria de informação. Para medir a qualidade da informação contábil, foram utilizadas as métricas de relevância da informação contábil e informatividade dos lucros contábeis. Para a execução deste trabalho, foi constituída uma amostra geral com empresas brasileiras, não financeiras, listadas na Bolsa de Valores de São Paulo, compreendendo as 150 empresas com maior valor de mercado em 01/01/2014. A partir da amostra geral, foram constituídas amostras para a aplicação dos modelos de value relevance, informativeness, disclosure e assimetria de informação. A amostra para relevância contou com 758 observações firmas-anos, para o período de 2008 a 2013. A amostra para informatividade contou com 701 observações firmas-anos, para o período de 2008 a 2013. A amostra para disclosure contou com 100 observações firmas-anos, para o período de 2011 a 2012. A amostra para assimetria de informação contou com 100 observações firmas-anos, para o período de 2011 a 2012. Para as análises dos dados, utilizou-se regressões com errospadrão robustos com abordagem POLS e Efeitos Fixos, aplicadas sobre dados em painel. Complementarmente, para as análises do efeito do hedge accounting sobre o disclosure e assimetria de informação, foi aplicado o método de Propensity Score Matching. As evidências encontradas para a influência da contabilidade de hedge na relevância da informação contábil apontaram uma relação positiva e significante na interação com o LL. Na análise da informatividade dos lucros contábeis, a pesquisa evidenciou uma relação negativa e estatisticamente significante do lucro quando interagido com a variável dummy de hedge accounting. Quanto às evidências encontradas para a influência do hedge accounting sobre o disclosure dos derivativos, verificou-se uma relação positiva e estatisticamente significante da dummy de hedge accounting com o indicador de evidenciação dos derivativos. Em relação às evidências para a assimetria de informação, embora os coeficientes se mostrassem no sentido esperado, os mesmos não foram estatisticamente significativos. Adicionalmente, incorporamse às análises econométricas uma análise descritiva, na amostra geral, da utilização do hedge accounting no Brasil, para o ano de 2013. Dentre as 150 empresas da amostra, 49 empresas utilizaram hedge accounting, onde 41 empresas adotam apenas 1 tipo de hedge. O hedge de fluxo de caixa é o tipo de hedge mais adotado pelas empresas, sendo utilizado por 42 companhias.
This work investigates, in the Brazilian stock market, the effect of hedge accounting on the quality of accounting information disclosed, in the disclosure of derivative financial instruments and information asymmetry. To measure the quality of accounting information, the metrics of relevance of accounting information and accounting earnings informativeness were used. For the execution of this work, a general sample consisted of non-financial Brazilian companies, listed on São Paulo’s Stock Market, comprising 150 companies with the highest market value in 01/01/2014. From the overall sample, samples were set up for the implementation of models of value relevance, informativeness, disclosure and information asymmetry. The relevance sample included 758 firms–years observations for the period ranging from 2008 to 2013. The sample for informativeness included 701 firms–years observations for the period from 2008 to 2013. The sample for disclosure had 100 firms–year observations, for the period from 2011 to 2012. The sample for information asymmetry had 100 firms–years observations for the period 2011 to 2012. For the statistical analysis, we used regressions with robust standard errors with POLS approach and Fixed Effects, applied to panel data. In addition to the analysis of the effect of hedge accounting on the disclosure and information asymmetry, we applied the method of propensity score matching. The evidence for the influence of hedge accounting on the relevance of accounting information showed a positive and significant relationship in the interaction with earnings. In the informativeness of accounting earnings analysis, the research showed a negative and statistically significant relationship between earnings when interacted and the hedge accounting dummy variable. As for the evidence found for the influence of hedge accounting on the disclosure of derivatives, there was a positive and statistically significant relationship between the hedge accounting dummy and the disclosure indicator of derivatives. Regarding evidence for information asymmetry, although the coefficients showed the expected effect, they were not statistically significant. Additionally, we incorporated, to the econometric analyzes, a descriptive analysis, in the overall sample, of the use of hedge accounting in Brazil for 2013. Among the 150 companies in the sample, 49 companies used hedge accounting, where 41 companies adopt only one type hedge. The cash flow hedge is the type of hedge more adopted by companies, being used by 42 companies.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1358
Appears in Collections:PPGCON - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hedge accounting no mercado acionario brasileiro efeitos na qualidade da informacao contabil e disclosure.pdfTexto completo950.49 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons