Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1360
Title: Reconstituição das vazões naturais a jusante das pequenas centrais hidrelétricas Rio Bonito e Suíça : Rio Santa Maria da Vitória (ES)
metadata.dc.creator: Silva, Adriellem Lidia Marta Soares da
Issue Date: 2014
Abstract: O conhecimento do regime natural de rios é relevante, entre diversas razões, para avaliar o impacto antrópico em bacias hidrográficas. Desta forma, visa criar ferramentas que auxiliem no planejamento eficiente dos recursos hídricos. O rio Santa Maria da Vitória (ES) é crucial para o desenvolvimento socioeconômico da Região Metropolitana da Grande Vitória. Adicionalmente, diversos ecossistemas e comunidades agrícolas dependem deste rio. Sendo a geração de energia elétrica um dos usos mais significativos do rio Santa Maria da Vitória, através das Pequenas Centrais Hidrelétricas Rio Bonito e Suíça, o objetivo principal desta pesquisa foi buscar uma melhor compreensão da influência da operação destes empreendimentos na vazão natural deste rio. Além da análise das séries de vazões e de precipitações medidas em Santa Leopoldina, comparando o período anterior com o posterior à implantação das PCH`s, realizou-se a reconstituição das vazões naturais médias diárias e médias mensais a jusante das PCH`s, através da técnica de extensão MOVE.I (tipo 1) e com o auxílio da série de vazão medida na estação fluviométrica Marechal Floriano, localizada na bacia hidrográfica do rio Jucu. Os resultados obtidos, a partir dos dados monitorados na estação Santa Leopoldina, mostraram uma diminuição nas vazões mínimas com 7, 30 e 90 dias de duração para o período pós-regulado. Ainda, as vazões de permanência Q50, Q90 e Q95 e a vazão média de longa duração reconstituídas são menores que as vazões observadas em Santa Leopoldina. Além da presença das PCH`s, as alterações no uso e cobertura do solo da bacia podem ter influência sobre os resultados encontrados. As vazões em Santa Leopoldina, devido aos horários em que são realizadas as medições, podem não representar de forma confiável as oscilações a jusante das PCH`s. Consequentemente, faz-se necessário um monitoramento contínuo das vazões a jusante desses empreendimentos e recomenda-se que seja realizada uma nova reconstituição das vazões naturais do rio Santa Maria da Vitória, através do balanço hídrico dos reservatórios, utilizando os dados operativos das PCH`s.
The knowledge of the natural streamflow of rivers is relevant to, among many other reasons, evaluate the anthropogenic impact in watersheds. Thus, it aims to create tools that contribute to an efficient management of water resources. Santa Maria da Vitória River (ES) is crucial for the socioeconomic development of the metropolitan region of Grande Vitória. Additionally, many ecosystems and agricultural communities are dependents of this river. Given that hydroelectric power generation is one of the most important uses of the Santa Maria da Vitória River, through the Small Hydroelectric Plants Rio Bonito and Suíça, this research aims to better understand the influence of these SHP`s on the natural streamflow of this river. Besides the analysis of streamflow time series and precipitation time series measured at the Santa Leopoldina gauge station, comparing the pre-dam with the post-dam period, the reconstruction of the natural daily mean streamflow and monthly mean streamflow was also carried out, using the MOVE.1 (type 1) extension method and using the streamflow time series measured at the Marechal Floriano gauge station, which is located at Jucu watershed. From the hydrometric data of Santa Leopoldina gauge station, the statistical analysis revealed a decrease of the 7, 30 and 90-day duration low flow for the post-dam period. The reconstructed 50, 90 and 95-percent duration streamflows and the reconstructed long-term monthly streamflows are smaller than the measured streamflows. Beyond of the existence of the SHP`s, changes on the land use can have influence on the results found. The streamflows measured at Santa Leopoldina gauge station, due to it`s measurement hour, may be an inaccurate way of showing the flow oscillating downstream of the SHP`s. Consequently, a continuous streamflow measurement downstream of SHP`s becomes necessary and a new reconstruction of the natural streamflow of Santa Maria da Vitória River is recommended through the water balance of the reservoirs, using the SHP`s operatives data.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1360
Appears in Collections:PPGEA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Andriellem Lidia.pdfTexto completo2.42 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons