Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1367
Title: A questão racial pensada entre o “método científico” e a paixão : um estudo comparado entre José Ingenieros e Manoel Bomfim – Argentina e Brasil (1900-1920)
metadata.dc.creator: Neiva, Ruth Cavalcante
Issue Date: 23-Apr-2015
Abstract: Esta dissertação de Mestrado tem como objetivo analisar comparativamente a forma pela qual a temática da Raça foi discutida pelo ítalo-argentino José Ingenieros e pelo brasileiro Manoel Bomfim nas duas primeiras décadas do século XX. A hipótese deste trabalho é que ambos os autores buscaram definir qual seria o “legítimo povo” dos seus respectivos países a partir de um critério racial. Esta pesquisa está dividida em três partes. O primeiro capítulo busca traçar o perfil intelectual de Ingenieros e de Bomfim para que os leitores possam visualizar a trajetória profissional destes homens e entendê-los melhor; o segundo capítulo demonstra as concepções de mundo em meio a qual estes autores cresceram e como elas repercutiram em seus escritos; o último capítulo é dedicado a fazer a análise das fontes Sociologia Argentina, de Ingenieros, e América Latina: males de origem, de Bomfim, para que seja possível refletir sobre como estes intelectuais pensaram a questão da raça e como eles a relacionaram às suas concepções de “povo ideal” em seus respectivos países.
This paper aims to make a comparative analysis of how the thematic of Race was discussed by the Italian-Argentinian José Ingenieros and by the Brazilian Manoel Bomfim in the first two decades of the twentieth century. The hypothesis of this work is that both authors seek to define what would be the “legitimate folk” of their respective nations based on a racial bias. This research is divided into three parts: The first chapter seeks to delineate the intellectual profile of Ingenieros and Bomfim so that the reader can visualize the professional trajectory of these men and have a better understanding of them; The second chapter demonstrates the conceptions of world in which the authors were raised and how they echoed in their writings; and the last chapter is dedicated to the analysis of the fonts Sociologia Argentina by Ingenieros, and América Latina: males de origem by Bomfim, in a way that makes it possible to reflect on how these intellectuals thought the race issue and how they related it to their conceptions of “ideal folk” in their respective nations.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1367
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Ruth Cavalcante.pdfTexto completo975.66 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons