Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1456
Title: Caminhos retóricos e sorrisos incômodos : argumentação e humor em "A encalhada", de Ingrid Guimarães e Aloísio Abre
metadata.dc.creator: Ferraz, Luana
Issue Date: Feb-2015
Abstract: Esta dissertação aborda a construção retórica da comicidade em peças teatrais. Para tanto, propõe a investigação das estratégias retóricas que enfatizam o efeito cômico no esquete “A encalhada”, de Ingrid Guimarães e Aloísio de Abreu – uma das nove cenas que compõem o espetáculo Cócegas (EMI, 2004), interpretado pelas atrizes brasileiras Heloísa Périssé e Ingrid Guimarães. O embasamento teórico para este trabalho é fornecido, principalmente, pelos tratados da Retórica Antiga (ARISTÓTELES, 1991, 2000a, 2005; CÍCERO, 1950, 1991; QUINTILIANO, 1836), pelos estudos da Nova Retórica (PERELMAN; OLBRECHTS-TYTECA, 1996; REBOUL, 1998; MEYER, 1994, 2007a, 2007b) e por obras que versam sobre a comédia (FRYE, 1973; MENDES, 2008). Finda a análise dos componentes verbais e não verbais do esquete, constata-se que a recorrência de algumas técnicas no plano da expressão, como o disfemismo, a repetição, a alusão; e a constituição do caráter ansioso e imoderado da protagonista são estratégias fundamentais na produção do efeito cômico em “A encalhada”. Além disso, verifica-se que interação entre os diferentes expedientes retóricos do esquete é capaz de incitar, no auditório, paixões eufóricas, como a confiança e a simpatia; e disfóricas, como a inveja.
This dissertation discusses the rhetorical construction of comicality in theatrical plays. For this purpose, this study aims at investigating rhetorical strategies that emphasize the comical effect of skit “A encalhada” (The Spinster), by Ingrid Guimarães and Aloísio de Abreu — one of the nine scenes that make up the show "Cócegas” (EMI, 2004), interpreted by Brazilian actresses Heloísa Périssé and Ingrid Guimarães. The theoretical framework for this study is provided mainly by Ancient Rhetorical Treatises (ARISTOTLE, 1991, 2000a, 2005; CICERO, 1950, 1991; QUINTILIAN, 1836); by the studies on New Rhetoric (PERELMAN; OLBRECHTS-TYTECA, 1996; REBOUL, 1998; MEYER, 1994, 2007a, 2007b); and by works on comedy (FRYE, 1973; MENDES, 2008). After the analysis of verbal and non-verbal components of this skit, we can see that some recurring expression techniques such as dysphemism, repetition and allusion; and the constitution of the anxious and immoderate personality of the protagonist are fundamental strategies to produce the comic effect in “A Encalhada”. Moreover, the interaction between different means of rhetoric in the skit causes euphoric passions such as trust and sympathy, as well as dysphoric ones such as envy to be aroused among audiences.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1456
Appears in Collections:PPGEL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caminhos retóricos e sorrisos incômodos argumentação e humor em.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons