Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1541
Title: O processo de alfabetização de uma criança com deficiência intelectual no 1º ano do ensino fundamental
metadata.dc.creator: Mesquita, Guida
Keywords: Alfabetização;Incapacidade intelectual;Inclusão escolar
Issue Date: 2015
Abstract: O trabalho analisa como acontece a alfabetização de uma criança com deficiência intelectual matriculada no 1º ano do ensino fundamental. Observa o trabalho pedagógico efetivado regularmente em sala de aula comum sobre a alfabetização e como acontece o Atendimento Educacional Especializado (AEE) na Sala de Recursos Multifuncionais. Utiliza uma metodologia de natureza qualitativa com um estudo de caso do tipo etnográfico para observar o cotidiano escolar da criança. A perspectiva teórica adotada neste estudo está fundamentada nos pressupostos de Bakhtin, que defendeu uma abordagem dialógica, e nos estudos de Vigotski, que aborda as questões da aprendizagem por meio da mediação com o outro, contemplando, também, outros autores que trazem uma abordagem histórico-cultural, tecendo seus discursos sobre a educação especial e alfabetização. A coleta de dados ocorreu por meio de observação participante, entrevistas com os sujeitos envolvidos na pesquisa, registros em diário de campo, fotografias, análise de documentos da escola, laudo do sujeito com deficiência intelectual e de relatório dessa criança. Com essa análise, foi observado que a criança faz as atividades de leitura e escrita acompanhada pelo professor e pela estagiária, identifica e escreve o seu nome, reconhece as letras do alfabeto, sabe contar história dos livros fazendo leitura de imagens, realiza atividades no caderno e livro didático, participa de todos os eventos, ler e escreve algumas palavras. A Sala de Recursos Multifuncionais contribuiu muito na aprendizagem de Estrelinha, sujeito deste estudo. A diferenciação curricular faz parte dos principais indicadores na efetivação da inclusão e, consequentemente, na aprendizagem. Existia um elo de comunicação entre profissionais de sala comum e de SRMs, portanto as atividades continuavam sendo trabalhadas no AEE, mas de forma diferente, utilizando outros materiais. Constata que o AEE é um espaço legítimo de aprendizagem dos conhecimentos culturais pela criança com deficiência intelectual, dentre eles, a linguagem escrita. Em sala de aula, ela acompanha utilizando a oralidade para interagir em todas as atividades, participa das atividades coletivas, responde às perguntas feitas pelo professor, mas, quando precisa escrever o que já aprendeu, ainda requer um tempo maior para finalizar a tarefa e precisa de orientação individual do professor, estagiária ou da professora do AEE. Todo o trabalho educativo dos profissionais envolvidos contribuiu para que a criança conseguisse obter os resultados de leitura e escrita relatados, mas, se houver continuidade no acompanhamento dessa criança, novos avanços surgirão até o momento de sua produção individual com autonomia. Os resultados mostram que a participação do outro no processo de apropriação da leitura e da escrita contribuiu no desenvolvimento intelectual dessa criança no que diz respeito à sua participação nas atividades, na percepção, no raciocínio, na fala, na escrita, na interação com o grupo e no seu relacionamento com as pessoas.
The study analyzes how the literacy of a child with learning disability happens in the first year of elementary school. Observes the pedagogical work done regularly in common classroom on literacy and how the Specialized Educational Services are being done. Uses a qualitative methodology with a case study of ethnographic type to observe a child‟s daily school routine. The theoretical perspective adopted in this study are based on the presuppositions of Bakhtin, who argued for a dialogic approach, and in the studies of Vigotski, which addresses the issue of learning through mediation with others, observing, also, other authors who brings a cultural- historical approach weaving their speech about special education and literacy. The data was collected through participants observation, interviews with those involved in the research, records of daily field work, photographs, analyses of school documents, reports of children with intellectual disability. With this analyses, it was observed that the child does the activities of reading and writing accompanied by the teacher and by the trainee, identifies and write‟s his name, recognizes the letters in the alphabet, can count history books making reading of images, makes activities in notebook and textbook, participates in all events, read and write a few words. The Multifunction Resource Room has contributed a lot in learning Estrelinha, subject of this study. The curriculum differentiation is part of the main indicators in the effectiveness of inclusion and, consequently, learning. There was a communication link between lounge professionals and of Multifunction Resource Room, therefore the activities were still being worked on Specialized Educational Services, but differently, using other materials. Note that the Specialized Educational Services is a legitimate space for learning of cultural knowledge by children with intellectual disabilities, among them, the written language. In the classrooms, she participates using speech to interact in all activities, participates in group activities, answers the questions asked by the teacher, but, when the child needs to write what he has already learned, still requires a longer time to finish the task and needs individual guidance of either the trainee or the teacher. All educational work done by the professionals involved contributed so the child could gain the reading and writing results as reported, but, there is continuity in monitoring this child, new advances will be obtained up to the moment in which he will be able to make it on his own. In results show that participation of others in the acquisition process of reading and of writing contributed in the intellectual development of this child with regards to their participation in activities, in perception, in reasoning, in speech, in writing, in interacting with the group and in his relationship with people
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1541
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O processo de alfabetizacao de uma crianca com deficiencia intelectual no 1º ano do ensino fundamental.pdfTexto completo2.94 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons