Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1632
Title: Percepção materna do estado nutricional e qualidade da dieta : um estudo com escolares de 7 - 10 anos
metadata.dc.creator: Arpini, Luana da Silva Baptista
Keywords: Estado nutricional;Métodos de Alimentação;Dieta;Criança;Saúde Escolar;Percepção;Métodos de alimentação
Issue Date: 2013
Abstract: Trata-se de uma dissertação de mestrado sobre a percepção materna do estado nutricional de crianças de 7 a 10 anos, estruturada em três manuscritos. O primeiro manuscrito é uma revisão sistemática de literatura cujo objetivo é investigar a relação entre a percepção materna do peso corporal do filho e a alimentação infantil. Os resultados evidenciaram que a percepção materna influencia as práticas de controle alimentar infantil, bem como, a preocupação materna com o peso da criança pode ser um fator mediador dessa associação. O segundo manuscrito, de delineamento transversal, com 518 crianças de 7 a 10 anos, tem por objetivo estudar a correspondência entre a percepção materna (PM) e o estado nutricional (EN) dos escolares da região rural do Espírito Santo. Para analisar essa relação entre a PM e o EN foi utilizado o teste kappa (k) ajustado pela prevalência e para a associação dos preditores da PM os testes qui-quadrado e exato de Fisher na análise univariada e a regressão logística multinomial na análise multivariada. Os resultados evidenciaram maior e menor concordância para magreza e obesidade, respectivamente. 67% das mães perceberam o estado nutricional de seus filhos correspondente ao classificado pelo IMC, 30% subestimaram e 3% superestimaram o estado nutricional da criança. Foi encontrada concordância substancial entre a PM e o EN, sendo o sexo masculino e a preocupação materna os fatores associados. O terceiro manuscrito, de abordagem seccional, objetivou analisar a relação entre a percepção materna do estado nutricional do filho e a qualidade da dieta de uma amostra de 1788 escolares (1.272 da região urbana e 516 da região rural do Espírito Santo), oriundos dos projetos “Saúdes Vitória” e “Saúdes Santa Maria de Jetibá”. O teste qui-quadrado foi usado para determinar as diferenças de proporção entre os grupos e a regressão logística multinomial para ajuste. Em ambas regiões, maiores percentuais de baixa qualidade da dieta foram encontrados. Raça/cor (preto/pardo), classe socioeconômica (C e D+E) e escolaridade materna (baixa e intermediária) estiveram associados à baixa qualidade da dieta, nesta população. Conclui – se, neste manuscrito, que os determinantes socioeconômicos influenciam diretamente na qualidade da dieta dos escolares, todavia, não foi encontrada associação entre a concordância da percepção materna com o diagnóstico do estado nutricional.
This is a dissertation about maternal perception of the child's nutritional status, structured in three manuscripts. The first manuscript is a systematic review of the literature whose objective is to investigate the relationship between maternal perception of the child’s body weight and infant feeding. The results showed that the maternal perception influences the control feeding practices of infant, as well as the maternal preoccupation with child's body weight may be a factor mediating this association. The second manuscript, cross-sectional design, with 518 children 7-10 years, objective to study the correspondence between maternal perception (MP) and nutritional status (NS) of the schoolchildren of the Espírito Santo’s countryside. To analyse the relationship between MP and NS the adjusted kappa statistic (k) was used and the association of the predictors of MP were used the chi-square and Fisher's exact tests for univariate analysis and multinomial logistic regression for multivariate analyse. Results showed higher and lower concordance for thinness and obesity, respectively. 67 % of mothers perceived nutritional status of their children corresponding to classified by BMI, 30% underestimated and 3% overestimated the child's NS. Substantial concordance between MP and NS was found, and the male and maternal concern were associated factors. The third manuscript of the approach sectional, aimed to analyse the relationship between MP of the child’s NS as diet quality of a sample of 1788 students ( 1,272 of the Espírito Santo’s urban region and 516 of the rural region), coming from the projects "Vitória Health" and "Santa Maria de Jetibá Health". After quality control of databases, the chi - square test was used to determine differences in proportions between groups and multinomial logistic regression to adjust. In both regions, higher percentages of low-quality diet were found. Race /skin color (black / brown), socioeconomic class (C and D + E) and maternal education (low and intermediate) were associated with lower diet quality in this population. Concludes - if, in this manuscript, the socioeconomic determinants directly influence the quality of the diet of schoolchildren, however, was not association between the concordance of the maternal perception with the child's nutritional status's diagnosis.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1632
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PERCEPÇÃO MATERNA DO ESTADO NUTRICIONAL E QUALIDADE DA.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons