Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1639
Title: O jeitinho das capixabas : movimento social LGBT e militantes trans do Espírito Santo
metadata.dc.creator: Tosta, André Luiz Zanão
Keywords: Movimentos sociais;Identidade de gênero;Minorias sexuais;Travestis;Transexuais
Issue Date: 2015
Abstract: Esta dissertação é o resultado da investigação realizada entre 2013 e 2014 no estado do Espírito Santo que analisou a atuação política de pessoas trans, indivíduos que se reconhecem como travestis e transexuais, conforme delimitação identitária do próprio movimento político. Apoiada numa proposta de investigação descritiva e interpretativa a pesquisa se apoia em três componentes teóricos: (a) a mobilização política decorre muitas vezes da existência de um sentimento de 'solidariedade' gerado por uma experiência compartilhada.; (b) o 'sujeito' é o resultado da articulação das vivências experienciadas, sendo elas individuais e coletivas; (c) os movimentos sociais podem ser compreendidos como 'campos' que geram mudanças subjetiva nos sujeitos mediante a incorporação por estes das lógicas estruturantes e estruturadas daquele. Por conclusão defende-se o argumento que, se o movimento LGBT (e as ativistas trans) pautam suas reivindicações em torno de ideais como 'visibilidade' e 'cidadania', é preciso questionar o sentido que essas lutas políticas encontram nas vivências concretas dessas pessoas. Antes de recorrer a especulação simplista de que a 'identidade' e a 'injustiça' sejam os elementos responsáveis pelo engajamento nos movimentos sociais, devemos compreender como tais elementos se acomodam e negociam com os 'quadros' coletivos dos apoiadores e opositores e, sobretudo, como eles se tornam 'oportunidades' de atuação e de mobilização.
This thesis results from an investigation conducted from 2013 to 2014, in Espírito Santo state. It analyzed the political performance of transgenders (individuals who are self-identified as transsexual and travestis1) according to the identity delimitation of the political movement itself. Based on a descriptive and interpretative investigation proposal, the research has three theoretical elements: (a) the political mobilization usually stems from a “solidarity” feeling existence which comes from a shared experience; (b) the “subject” is the result of the lived experiences, both individual and collective ones; (c) the social movements can be understood as “fields” that generate subjective changes on the subjects as they embody both its structuring and structured logics. In conclusion, it is argued that if the LGBT (and the trans activists) movement’s claims abide by “visibility” and “citizenship” ideals it is necessary to question the meaning of these political struggles on these people’s concrete experiences. Instead of using the simplistic speculation that “identity” and “justice” are the responsible elements of social movements engagement, one should understand how these elements settle down and negotiate among the collective “boards” of supporters and opponents, especially how they become “opportunities” of action and mobilization.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1639
Appears in Collections:PPGCSO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O JEITINHO DAS CAPIXABAS.pdf933.75 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons