Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1708
Title: Tendências temporais de mortalidade por câncer de próstata no estado do Espírito Santo
metadata.dc.creator: Gomes, Polyanna Fonseca Lobato Amorim
Keywords: Próstata - Câncer;Homem - Doenças;Saúde pública;Mortalidade;Tumores
Issue Date: 2014
Abstract: Introdução: O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais incidente em homens em todas as regiões do Brasil. Aproximadamente 62% dos casos diagnosticados no mundo ocorrem em homens com 65 anos ou mais, caracterizando o único fator de risco estabelecido. Objetivos: Estudar a tendência da completude do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), segundo as variáveis idade, raça/cor, escolaridade e estado civil no período de 2000 a 2010, no Espírito Santo, Região Sudeste e Brasil. Analisar a tendência de mortalidade por câncer de próstata na série histórica no estado do Espírito Santo (ES), no período de 1980 a 2010. Metodologia: Realizou-se um estudo descritivo baseado em dados secundários de todos os óbitos por câncer de próstata obtidos do SIM e dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) disponíveis no DATASUS departamento de informática do SUS (Sistema Único de Saúde), no ES, Região Sudeste e Brasil, no período de 1980 a 2010. Considerou-se as variáveis (idade, raça/cor, escolaridade e estado civil). Analisou-se o número absoluto e calculou-se o percentual de não preenchimento das informações das declarações de óbitos (DOs), que são a base de informação do SIM, nas localidades selecionadas (ES, Região Sudeste e Brasil). Analisou-se através do Pacote Estatístico para Ciências Sociais (SPSS), versão 18.0. Realizou-se uma análise inferencial com ajustes de curvas para os percentuais de dados faltantes das variáveis demográficas disponíveis no sistema do DATASUS (estado civil, escolaridade, raça/cor). E para a análise de tendência, foi realizado o cálculo do coeficiente de mortalidade por óbitos. As equações do melhor modelo e as estatísticas de ajuste (valor de R2 e o p-valor do teste F de adequação do modelo) foram obtidas do programa SPSS, versão 18.0. Resultados: No período de 2000 a 2010 a variável raça/cor, escolaridade, mostrou-se decrescente para o Brasil. A variável estado civil destacou-se por caracterizar uma tendência crescente no ES, Região Sudeste e Brasil. No período de 1980 a 2010 observou-se 3.561 óbitos no ES. Observa-se na série história que há tendência crescente de mortalidade por câncer de próstata. Conclusão: O trabalho é de grande importância para o estudo de câncer de próstata no Brasil. Identificou-se a crescente não completude dos campos de Estado Civil, enquanto a variável raça/cor foi considerada decrescente, porém com qualidade dos dados ruim. É preciso ações para que o processo de coleta dos dados seja aprimorado pela capacitação dos registradores. Nos resultados observou-se a tendência de crescimento da mortalidade, sendo necessárias ações, estratégias e políticas governamentais voltadas para a integralidade à saúde masculina.
Introduction: Prostate cancer is the second most frequent type of cancer in men in all regions of Brazil. Approximately 62 % of diagnosed cases worldwide occur in men aged 65 years or more, featuring the only established risk factor. Objectives: Study the trend of non-completion of the Mortality Information System (SIM), according to age, race / color, education and marital status in the period 2000-2010, in Espírito Santo, Brazil and Southeast region. Analyze trends in mortality from prostate cancer in the time series in the state of Espírito Santo (ES) in the period 1980-2010. Methods: We conducted a descriptive study based on secondary data of all deaths from prostate cancer and SIM data obtained from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) available on DATASUS, computer department of the SUS (Unified Health System) in ES, Southeast region and Brazil, in the period 1980-2010. Considered variables (age, race / color, education and marital status) and variable (age). We analyzed the absolute number and calculated the percentage of nonfulfillment of the information of DOs, which are the basis of information from the SIM, in selected locations (ES, Brazil and Southeast). Analyzed using the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) version 18.0. Held an inferential analysis with curve adjustments to the percentages of missing demographic variables available in the Dataset (marital status, education, race / color) system data. And for trend analysis, calculating the mortality rate for deaths was performed. The equations of the model and the best fit statistics (R2 value and the p - value of F test of model fit) were obtained from SPSS, version 18.0. Results: In the period 2000 to 2010 the race / color variable, education, proved to be descending to Brazil. The education variable was found to be decreasing in Brazil, and the marital status variable, distinguished for characterizing a growing trend in ES, Brazil and Southeast. In the period 1980 to 2010 there was 3,561 deaths in the ES. Observed in the series history 's trend of mortality from prostate cancer. Conclusion: The study is of great importance for the study of prostate cancer in Brazil, we identified the increasing incompleteness of the fields of Civil Status. While the race - color variable was decreasing but with poor quality data. It takes actions so that the process of data collection is enhanced by training. Results show the trend of increased mortality, being necessary actions and strategies aimed at men completeness government policies.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1708
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Polyanna Dobato 2014.pdfTexto completo491.8 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons