Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1918
Title: A educação popular na práxis do ProJovem Campo – saberes da terra no Espírito Santo
metadata.dc.creator: Ferreira, Maria Geovana Melim
Keywords: Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Brasil);Currículos;Educação de adultos;Educação popular;Ensino profissional
Abstract: Este estudo sistematiza experiências/vivências consolidadas nas práticas dos educadores e educadoras do Programa ProJovem Campo – Saberes da Terra que atuaram nas 29 turmas distribuídas em 19 municípios do Estado do Espírito, Brasil. Teve como objetivo refletir sobre os desafios teórico-metodológicos que se evidenciaram nas práticas no percurso formativo vivido e as contribuições produzidas. Com base nos aportes teóricos da educação popular e educação do campo, coloco em análise o que foi possível vivenciar e procuro teorizar sobre o que se materializou nas práticas de integração a partir da alternância pedagógica que teve como princípios educativos o trabalho e a pesquisa. A opção metodológica pela sistematização é assumida como forma de revisitar a prática e teorizar sobre ela, utilizando da análise documental e de fontes primárias produzidas pelos educadores e educadoras. Dentre os vários resultados evidenciados, destacam-se os processos coletivos que apontaram contradições na forma aligeirada da oferta da EJA, constituída como ação descontínua de políticas compensatórias. Como elementos da proposta, os resultados mostram que o trabalho e a pesquisa foram assumidos como princípios educativos do processo pedagógico, e se constituíram numa experiência concreta de integração do currículo, a partir das práticas desenvolvidas na alternância pedagógica, embora nem todos os educadores e educadoras tivessem se apropriado dessas concepções. A auto-organização emerge como elemento fundante na perspectiva da articulação entre teoria e prática, trabalho manual e trabalho intelectual e da não hierarquização nas relações escolares, capaz de produzir mudanças significativas, não somente em sua práxis pedagógica, mas nas diferentes vivências. Contudo, o estudo aponta a não continuidade da oferta do Programa como política pública para a educação de jovens e adultos camponeses e camponesas.
This study systematizes experiences/ consolidates in the practice of educators of the Program ProJovem Campo – Saberes da Terra that worked at the 29 classes distributed among 19 cities of the state of Espírito Santo, Brazil. It’s goal was to reflect about the theoretical and methodological challenges that were brought up at the practices in the formative path lived and the contributions that were produced. Based on the theoretical input of popular education and countryside education, placing for analysis what was possible to experience and looking forward to theorize about what was materialized at the practice of integration from the pedagogical interchange that had as educational principles the work and the research. The methodological choice of systematization is admitted as a way to review the practice and theorize about it, using the documental analysis and the primary sources provided by educators. In between the many results obtained, the collective processes stood out, pointing out contradictions in the rushed way EJA (Education for Youth and Adults) was offered, built as discontinuous actions of compensating politics. As elements of the proposal, the results show that the work and the research were taken as an educational principals of the pedagogical process, and were built on a solid experience of curricular integration, from actions developed at the pedagogical interchange, although not all of the educators acknowledge these concepts. The self-organization emerges as a fundamental element in the perspective of articulation between theory and practice, labor and intellectual work and of the non-hierarchical learning relations, capable of producing significant changes, not only in its pedagogical praxis, but also in various life experiences. However, the study points out the non-continuity of offer of the program as a public policy for the education of youth and adults of the countryside.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1918
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons