Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1965
Title: Estrutura e interação entre vegetação e ambiente de uma floresta ombrófila densa das terras baixas, Espírito Santo
metadata.dc.creator: Moreau, Julia Siqueira
Keywords: Diversidade das plantas;Mata Atlântica;Análise multivariada;Comunidades vegetais;Ecologia
Abstract: O objetivo deste trabalho foi conhecer a estrutura e a composição de espécies da comunidade arbustiva-arbórea de um fragmento florestal de uma Floresta Ombrófila Densa das Terras Baixas, bem como verificar a interação da vegetação com as variáveis ambientais. Foram demarcadas 24 parcelas (20 x 20 m), totalizando 0,96 ha, onde foram medidos todos os indivíduos arbustivoarbóreos com diâmetro a altura do peito ≥ 2,5 cm. Além disso, foi calculada a porcentagem de abertura de dossel, por meio de fotografias hemisféricas, e realizada a caracterização química da camada superficial do solo (0 – 5 cm). Os dados foram correlacionados com a densidade absoluta de 25 espécies que possuíam no mínimo 30 indivíduos (obtidas a partir da análise fitossociológica), por meio da Análise de Correspondência Canônica. Foram registrados 4.585 indivíduos e identificadas 379 espécies distribuídas em 195 gêneros e 66 famílias botânicas. A densidade foi de 4.604 ind./ha e a área basal foi 31,88 m²/ha. O índice de Shannon (H’) encontrado para este estudo foi 5,41 e a equabilidade (J) foi 0,83, evidenciando a alta diversidade florística do fragmento e a sua semelhança com áreas bem preservadas da Mata Atlântica. A espécie de maior destaque em Valor de Importância (VI) foi Actinostemon klotzschii (Didr.) Pax, principalmente devido a densidade e frequência. Houve predominância de espécies secundárias tardias (51,9%) e de dispersão zoocórica (72,3%), evidenciando que o fragmento estudado está em bom estado de conservação. A partir da Análise de Correspondência Canônica foi possível comprovar que as variáveis fósforo, magnésio, matéria orgânica, nitrogênio, potássio e abertura de dossel exerceram influência sobre a distribuição das espécies deste fragmento (p<0,05), com destaque para a Xylopia frutescens Aubl. que apresentou elevada correspondência com a porcentagem de abertura de dossel e para as espécies Actinostemon klotzschii (Didr.) Pax, Chrysophyllum lucentifolium Cronquist, Ecclinusa ramiflora Mart., Eugenia platyphylla O.Berg e Rinorea bahiensis (Moric.) Kuntze que se desenvolveram em locais com menor necessidade de nutrientes. Com base no exposto, pode-se concluir que a vegetação possui alta riqueza de espécies e que as variáveis ambientais exercem influência sobre a distribuição das espécies deste fragmento indicando a possibilidade de implantação dessas espécies em locais com maior exposição a luminosidade e baixa fertilidade.
The objective of this study was to determine the structure and species composition of shrub-tree community of a forest fragment in Lowlands Rain Forest and verify the interaction of vegetation with environmental variables. 24 plots (20 x 20 m) were marked, totaling 0.96 ha, in which were measured every shrub-trees individuals with diameter at breast height ≥ 2.5 cm. In addition, was calculated the percentage of canopy openness through hemispherical photographs and were performed the chemical characterization of the surface soil layer (0-5 cm). The data were correlated with the absolute density of 25 species that had at least 30 individuals (obtained from the phytosociological analysis) through Canonical Correspondence Analysis. 4,585 individuals were recorded and 379 species were identified, distributed in 195 genera and 66 botanical families. The density was 4,604 ind./ha and basal area was 31.88 m²/ha. The Shannon index (H') found in this study was 5.41 and evenness (J) was 0.83, suggesting the high floristic diversity of the fragment and its similarity with preserved areas of Atlantic Forest. The most remarkable species in Importance Value (IV) was Actinostemon klotzschii (Didr.) Pax, mainly due to density and frequency. Were predominant Late Secondary species (51,9%) and zoochoric dispersion (72.3%), indicating that the studied fragment is in good condition. From the Canonical Correspondence Analysis was possible to prove that the variables phosphorus, magnesium, organic matter, nitrogen, potassium and canopy openness influenced the distribution of species on this fragment (p <0.05), especially for Xylopia frutescens Aubl. that showed high correspondence with the percentage of canopy openness and the Actinostemon klotzschii (Didr.) Pax, Chrysophyllum lucentifolium Cronquist, Ecclinusa ramiflora Mart., Eugenia platyphylla O.Berg and Rinorea bahiensis (Moric.) Kuntze that developed in places with less nutrients. Based on the foregoing, it can be concluded that the vegetation has high species richness and the environmental variables influence on the distribution of species of this fragment indicating the possibility of implantation of these species in places with higher exposure to light and low fertility.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1965
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Julia Siqueira Moreau.pdf2.96 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons