Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1996
Title: Pressão arterial e indicadores de função vascular em corredores com diferentes níveis de desempenho no teste cardiopulmonar
metadata.dc.creator: Silva, Edna Oliveira
Keywords: Exercícios aeróbicos;Função vascular;Rigidez arterial;Análise da onda de pulso;Artérias
Abstract: O objetivo deste estudo foi comparar, na situação de repouso, os valores de pressão arterial (PA) periférica e central e o índice de função arterial medidos por tonometria de aplanação em corredores de rua de diferentes desempenhos classificados pelo teste cardiopulmonar de exercício (TCPE). Metodologia: Foram recrutados 48 voluntários de 20 a 40 anos de idade, onde 32 eram praticantes de vários níveis de corrida de rua, e 16 eram indivíduos aparentemente saudáveis e não praticantes regulares de atividade física nos últimos 6 meses. Avaliou-se a aptidão cardiorrespiratória e a velocidade máxima de corrida, pelo TCPE utilizando equipamento Metamáx 3B (Córtex), e protocolo de rampa em esteira. As medidas da PA central e periférica foram realizadas com a tonometria de aplanação (Sphygmocor), e calibrado utilizando o esfigmomanômetro oscilométrico (Omron, HEM 705). A velocidade de onda de pulso (VOP) carótida-femural foi mensurada utilizando o equipamento Complior (Artech Medical). Para análise estatística foi realizada a ANOVA de uma via considerando p<0,05. Análise de Covariância (ANCOVA) foi utilizada quando a idade e/ou peso se apresentou como covariável estatisticamente significativa. Resultados: Os corredores com desempenho superior apresentaram uma menor pressão arterial sistólica periférica (PASp) 120±7mmHg. A duração da diástole foi maior nos corredores com desempenho superior 845±92 m/s com relação aos corredores com desempenho inferior 786±174% e controle 641±128%. O índice de amplificação (AI) não apresentou diferença entre os grupos (109±21%, 109±11%, 110±19%). A velocidade de onda de pulso (VOP) não foi diferente entre os grupos (7,1±1m/s, 7,6±1,1m/s, 8,0 ±1,1m/s) Conclusões: Corredores com desempenho superior apresentam pressão arterial sistólica periférica e pressão sistólica central menor e melhor tempo de duração da diástole, que seus pares sedentários, mas não apresentam melhores indicadores de função vascular (AI, VOP) na mesma comparação.
The objective of this study was to compare, in the rest position, the blood pressure (BP) and the peripheral and central arterial function index measured by applanation tonometry in runners of different performances ranked by cardiopulmonary exercise test (CPET). Methods: We recruited 48 volunteers 20-40 years old which 32 were practitioners of various street racing levels, and 16 were apparently healthy individuals and non-scheduled physically active in the last 6 months. We evaluated the cardiorespiratory fitness and the maximum speed racing at CPET Metamax 3B equipment (Cortex), and ramp protocol. Measures of central and peripheral BP were performed with the applanation tonometry (Sphygmocor), and calibrated using the oscillometric sphygmomanometer (Omron HEM 705). The pulse wave velocity (PWV) was measured carotid-femoral Complior using the equipment (Artech Medical). For statistical analysis, one-way ANOVA was performed considering p <0.05. Analysis of Covariance (ANCOVA) was used when age and / or weight appeared to be statistically significant covariate. Results: Runners with higher performance, showed a lower peripheral systolic blood pressure (SBPp) 120 ± 7mmHg. The duration of diastolic was higher in runners with higher performance 845 ± 92 m/s with respect to the runner's low performance 786 ± 174 and 641 ± 128 controls. The augmentation index (AI) was not different between groups (109 ± 21%, 109 ± 11%, 110 ± 1%). The pulse wave velocity (PWV) was not different between groups (7.1 ± 1m/s, 7.6 ± 1.1m/s, 8.0 ± 1.1m/s) Conclusions: Runners with higher performance had lower peripheral systolic blood pressure and better cardiac function (diastolic duration), their sedentary peers, but have no better vascular function indicators (AI, PWV) in the same comparison.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1996
Appears in Collections:PPGEF - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Edna Oliveira Silva.pdf831.6 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons